Impactos do vírus

Pandemia força suspensão da produção do turbo-hélice regional Dash 8

De Havilland Canada anunciou que retomada da linha de montagem dependerá do reaquecimento do mercado


Turbo-hélice regional canadense acumula apenas vinte pedidos firmes

Após a crise insuarada na aviação regular pela pandemia, a De Havilland Canada anunciou uma pausa na produção do turbo-hélice Dash 8-400. O avião acumula atualmente apenas vinte pedidos firmes em carteira, que deveriam ser entregues nos próximos meses.

Com a pandemia a maioria das empresas regionais que operam modelos turbo-hélices de média capacidade, como o Dash 8, suspenderam o recebimento de novas aeronaves. Um dos temores da De Havilland Cadada é que a manutenção da linha de produção ativa poderá gerar um estoque de aviões com poucas possibilidades de venda no curto prazo.

Chamados de ‘caudas brancas’, em referência a ausência da pintura de um operador, aeronaves produzidas sem um cliente geram uma série de dificuldades em sua comercialização futura. Por contar com uma configuração padrão, estes aviões podem não atender exatamente as necessidades de uma futura empresa aérea, levando a reconfiguração de interior e sistemas, ou ainda a necessidade de descontos para viabilizar o negócio.

Porém, a suspensão da produção gera um efeito cascata, interrompendo o fluxo de fornecimento de componentes por centenas de fabricantes. Com a paralisação do Q400, atualmente o mercado conta apenas com a família ATR como opção para o mercado de turbo-hélices regionais na faixa de 40 até 70 assentos.

Um entrave para a De Havilland Canada é o contrato de locação das instalações de produção do modelo que pertencem a Bombardier, em Downsview, nos arredores de Toronto. Após vender o programa Dash 8 para o banco de investimentos Longview Investments, em 2018, a Bombardier formalizou um contrato de arrendamento da unidade fabril até 2023.

Acredita-se que após o final do acordo a De Havilland Canada deverá mudar a fábrica para a região de Calgary, mas uma transferência depende da retomada do setor aviação regional. Outro aspecto considerado é a intenção da Embraer ingressar neste nicho de mercado, com um turbo-hélice regional, o que caso ocorra deverá ampliar a pressão sobre o futuro do Dash 8.

A versão Dash 8 foi lançada em meados de 2000, quando ainda sobre controle da Bombardier, o modelo recebeu uma série de melhorias e novas versões, incluindo uma de maior capacidade. Atualmente existem nove variantes da família Dash 8, sendo a mais recente o Q400 NextGen, lançado em 2013.

* Embora a de Havilland inglesa tenha grafia com "de" minúsculo, a atual De Havilland Canada emprega a grafia com o De maiúsculo

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 20 de Janeiro de 2021 às 15:30


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Dash 8 Q400 De Havilland De Havilland Canada Bombardier turbo-hélice Embraer ATR