Negócio da China

Novo avião chinês deverá entrar em serviço até o final do ano

Comac espera entregar os primeiros C919 no último trimestre de 2021


Cronograma de desenvolvimento do C919 não sofreu grandes alterações com a pandemia

O mercado de aviação comercial poderá contar com um novo avião de média capacidade ainda em 2021. A expectativa é que a Comac certifique o C919 ainda no primeiro semestre, com a entrega das primeiras aeronaves até o final do ano.

De acordo com o periódico estatal chinês Global Times, a Comac está em fase avançada no processo de certificação do seu primeiro avião de grande capacidade. Atualmente a estratégia do fabricante é atender exclusivamente ao mercado chinês, que deve absorver ao longo da década aproximadamente três mil C919.

O C919 foi concebido dentro de parâmetros de mercado, baseado em requisitos ocidentais e utilizando fornecedores globais de sistemas, incluindo motores. O conceito é similar ao adotado por todos os fabricantes globais e demonstra uma mudança de paradigma na indústria chinesa.

Um dos desafios da Comac é criar uma rede de suporte global, permitindo assim um atendimento rápido a sua frota de aviões nos principais mercados do mundo. Por ora, a intenção é utilizar o próprio mercado chinês, atualmente o mais pujante do mundo, como laboratório de aprendizagem de serviços de pós-venda. Além disso, permitirá ao fabricante ajustar eventuais detalhes de projeto enquanto as empresas aéreas iniciam as operações com o C919.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 27 de Janeiro de 2021 às 17:34


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Comac C919 China Boeing 737 Airbus A320