Chegando em boa hora

Maior bimotor cargueiro do mundo obtém três vendas nos EUA

Kalitta Air se torna cliente de lançamento do Big Twin, aeronave derivada do 777-300ER


Derivado do 777-300ER, novo cargueiro poderá transportar oito contêineres a mais que o Boeing 747F

O futuro cargueiro derivado do Boeing 777-300ER terá na norte-americana Kalitta Air seu cliente de lançamento. A empresa formalizou um acordo para três aeronaves junto a GECAS, divisão de arrendamento aeronáutico da GE, que serão entregues em 2023.

Apelidado de “The Big Twin” (grande gêmeo, em tradução literal), o 777-300ERSF será o maior cargueiro bimotor do mercado, com uma capacidade volumétrica ligeiramente superior ao 747-400F. O novo cargueiro é uma conversão dos 777-300ER de passageiros, que receberão um novo piso reforçado, uma porta cargueira lateral que será instalada na seção traseira da aeronave, além de um interior projetado para o transporte de uma infinidade de cargas.

Anunciado há um ano, o programa de conversão é financiado conjuntamente pela GECAS e Israel Aerospace Industries (IAI). O primeiro avião que será destinado a fase de protótipo já foi entregue para a IAI, que também será a responsável pela conversão e validação do programa. A empresa israelense é uma das líderes no segmento de conversão de aeronaves de passageiros para o transporte puramente cargueiro. Em meados dos anos 2000 a empresa realizou o processo de modificação dos Boeing 767 no Brasil, em parceria com a então Varig Engenharia e Manutenção.

Os futuros Big Twin terão grande semelhança operacional com os 777F, derivados do 777-200F, mas produzidos novos de fabrica pela própria Boeing. Porém, o 777-300ERSF oferecerá 25% mais capacidade de carga em relação ao irmão menor, além de uma queima de combustível por tonelada transportada até 21% inferior em relação aos cargueiros quadrimotores atualmente em serviço, especialmente o 747-400F.

“Estamos muito satisfeitos em continuar nosso relacionamento de quinze anos com a Kalitta Air e orgulhosos por eles terem se tornado o primeiro cliente do cargueiro 777-300ERSF para suas futuras operações de carga aérea”, disse Rich Greener, vice-presidente sênior e gerente de carga da GECAS.

A Kalitta Air opera atualmente com mais de trinta aviões cargueiros de grande porte, incluindo os 747-400F, 767-300SF e 777F, atuando em voos fretados e sob demanda, além de operar aeronaves para demais companhias de logística, como a DHL.

A conversão do 777-300ER em aeronave cargueira era planejado baseado na projeção da aposentadoria do modelo em diversas empresas aéreas, que devem substituir o bimotor por sua nova versão, o 777-9 ou o rival da Airbus, o A350-1000. A mudança no mercado provocada pelo mercado poderá ampliar o número de unidades da série -300ER com baixo número de ciclos, ampliando o potencial de vendas do Big Twin. Ainda que ofereça maior capacidade em relação ao 777F, a expectativa é que mesmo unidades convertidas de aeronaves seminovas terão custos de aquisição competitivos.

  • Se inscreva no canal da AERO Magazine no YouTube clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 28 de Outubro de 2020 às 08:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Boeing 747 747F 747-400 777-300ER 777-9 Airbus A350 Kalitta Air GECAS IAI GE Israel cargueiro