Segurança abaixo da média

Homem invadiu um aeroporto tentando sequestrar e incendiar um avião

Incidente ocorreu na Mauritânia e autoridades não sabem ainda o que motivou a ação


Embraer 145 da Mauritania Airlines

A pequena Mauritania Airlines conta com dois aviões da Embraer na frota, incluindo um ERJ-145 | foto:wikicommons

Um homem foi preso nesta quinta-feira (25) após tentar sequestrar um avião na Mauritânia, com a intenção de incendiá-lo na sequência. O caso ocorreu no aeroporto de Nouakchott (NKC), capital do país do noroeste da África.

Segundo a agência estatal AMI, o sequestrador se passou por cidadão norte-americano e disse ter problemas com o país africano. A aeronave alvo da ação era um modelo da Embraer, ainda que não tenha sido confirmado o tipo, mas que supostamente estava estacionado no momento da ação.

A Mauritania Airlines foi fundada em 2010, registrando um bom índice de segurança. A companhia possui cinco aeronaves em sua frota, incluindo duas da Embraer: um E145 de prefixo 5T-CLD, em operação desde julho de 2014, e um E175 de prefixo 5T-CLO, em operação desde abril de 2019.

Diversos países do continente africano ainda sofrem com a baixa segurança existentes nos aeroportos. Em julho de 2019 um homem conseguiu escalar as asas de um Boeing 737 que se preparava para decolar na Nigéria, alegando que pretendia pegar uma carona sobre a asa do avião. Aliás, a Nigéria é considerada um dos países com piores índices de segurança na aviação no mundo.

Por Marcel Cardoso

Publicado em 25 de Março de 2021 às 16:40


Notícias notícias de aviação aeronave avião Embraer ERJ-145 E-Jet E175 Mauritânia Mauritania Airlines África sequestro