Multimissão

Helicóptero multimissão AW101 atinge meio milhão de horas voadas

Modelo é utilizado pelas principais forças armadas da Europa em diversas missões


Leonardo AW101

Apenas um dos helicópteros atingiu um total de 7.500 horas de operação

A frota global do helicóptero militar multifuncional AW101 atingiu a marca de 500.000 horas de voo. Apenas um dos helicópteros superou as 7.500 horas de operação, entre pouco mais de 200 unidades em serviço ao redor do mundo.

O helicóptero médio/pesado, equipado com três motores, é amplamente utilizado como aeronave de busca e salvamento (SAR), recuperação de pessoal, suporte anfíbio, alerta aéreo antecipado, transporte tático de tropas, guerra antissubmarino e anti-superfície, entre outras.

A Marinha Real do Reino Unido (Royal Navy) planeja utilizar seus Merlin Mk2 na missão de guerra anti-submarinos dentro do grupo de ataque de seus novos porta-aviões. O AW101 Merlin Mk4 também fornecerá movimentação e transporte de pessoas e suprimentos, além de manobra aérea anfíbia para operações de navio para costa, se necessário.

Já as forças aéreas da Itália, a Dinamarca e Portugal utilizam a aeronave principalmente para missões SAR e/ou de Recuperação de Pessoal. A Marinha Italiana tem usado sua frota AW101 para uma série de funções, incluindo todas as principais missões no ambiente naval.

A força aérea do Canadá opera a variante CH-149 Cormorant desde 2001, em missões em condições ambientais extremas de costa a costa.

O AW101 conta com cockpit digital integrado, piloto automático de quatro eixos, monitoramento ambiental de todos os recursos das aeronaves, entre outros, fornecendo à tripulação maior consciência situacional, eficácia da missão e a capacidade de fazer avaliações táticas rápidas dia ou noite.

A redundância em sistemas críticos, aliado ao uso de três motores e transmissão certificada para operar sem óleo por até 30 minutos, garante elevada capacidade de ação mesmo com o helicóptero avariado em combate.

Saiba mais...

No início de 2021, a Força Marítima de Autodefesa do Japão (JMSDF) atingiu a marca de 25.000 horas de voo com os AW101 produzidos sob licença pela Kawasaki Heavy Industries e designado como MCH-101. O primeiro exemplar foi entregue para o Japão em 24 de maio de 2006, de um total de treze aeronaves em serviço. O país emprega o MCH-101 em uma série de missões, inclusive em apoio as atividades de pesquisa antártica. O desenvolvimento das variantes AMCM do AW101/MCH-101 tem sido liderado pela Kawasaki Heavy Industries, com a Leonardo fornecendo basicamente suporte técnico.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 20 de Maio de 2021 às 13:00


Notícias notícias de aviação aeronave helicóptero AW101 Leonardo