Som do Trovão

Gripen inicia testes de voos supersônicos no Brasil

Ensaios estão ocorrendo próximo da unidade da Embraer em Gavião Peixoto, no interior de São Paulo


População próxima da área de ensaios deverão escutar um som similar ao de um trovão durante os voos supersônicos

O Gripen E iniciou a fase de ensaios supersônicos no Brasil, a partir das instalações da Embraer, em Gavião Peixoto (SP). A área de voos acima da velocidade do som fica localizada em uma área de testes a noroeste do aeroporto, com baixa densidade populacional.

De acordo com a Saab todos os voos seguem procedimentos definidos pelas autoridades e são realizados em grandes altitudes. Um dos entraves dos voos supersônicos é o estrondo sônico, que exige a realização de ensaios em áreas desabitadas ou com baixa densidade populacional.

Os voos são parte importante para o avanço do desenvolvimento do caça, sendo fundamentais para testar o desempenho e as funções da nova aeronave. Entre as características do Gripen E/F é sua capacidade de voar acima da velocidade do som sem o uso de pós-combustores, o chamado supercruise.

“O Gripen realizará voos supersônicos durante os próximos meses. Voar mais rápido do que a velocidade do som cria uma onda sonora diferente, um estrondo sônico, que pode parecer mais um trovão do que uma aeronave passando”, explicou Sven Larsson, head do Centro de Ensaios em Voo do Gripen, da Saab. “É possível que os moradores da região ouçam esse barulho durante os testes com o novo caça brasileiro”.

Além dos voos supersônicos, os ensaios no Brasil incluem testes de sistemas de controle de voo e sistemas climáticos, incluindo a capacidade de operar em clima tropical. Também estão sendo a integração de armamentos e sistema de comunicação Link BR2, desenvolvido no Brasil e que fornece dados criptografados e comunicação de voz entre as aeronaves.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 3 de Março de 2021 às 16:45


Notícias notícias de aviação aeronave avião Gripen Gripen E caça aviação FAB Saab Suécia avião de guerra jato