Bugs!

Gafanhotos 'atacam' Boeing 737 da Ethiopian durante aproximação final

Nuvem de insetos espalhou sedimentos na aeronave que comprometeu visibilidade externa


Insetos 'atacam' Boeing 737 da Ethiopian durante aproximação final

Um inusitado encontro em pleno ar obrigou o voo ET363, da Ethiopian Airlines, alternar por falta de visibilidade. O Boeing 737-700 da companhia etíope encontrou uma ‘nuvem’ de gafanhotos, que espalhou sedimentos por todo nariz e para-prisa do avião, dificultando assim uma aproximação visual.

LEIA TAMBÉM

A aeronave, matrícula ET-ALN, se aproximava do aeroporto internacional de Dire Dawa, na região leste do país, quando milhares de gafanhotos africanos se chocaram com a parte dianteira do avião e os motores. Ainda que não tenha apresentado nenhuma falha técnica, a falta de visibilidade externa obrigou os pilotos a alternarem para Addis Ababa, onde pousou por instrumentos 34 minutos depois.

O temor neste caso é que o grande porte dos gafanhotos, somado a quantidade de indivíduos existente nas ‘nuvens’ do inseto, possa causar sérios danos as aeronaves. Todavia, após uma inspeção externa e lavagem do avião, nenhuma avaria foi encontrada.

ASSINE AERO MAGAZINE COM ATÉ 76% DE DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 13 de Janeiro de 2020 às 13:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Boeing 737 Ethiopian 737NG 737-700 Addis Ababa Etiópia voo alternado África gafanhoto