Perigo iminente

Risco de interferências em voos com o 5G acende alerta nos EUA

Interferências coloca segurança de voos em xeque


Avião decolando no pôr do sol

Uso compartilhado de frequências pode causar imprecisão no fornecimento de dados de voo - Foto: Divulgação

A Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) demonstrou preocupação com um plano para usar o espectro da rede 5G dentro da mesma faixa de frequências utilizado na segurança da aviação e planeja se manifestar oficialmente sobre o assunto.

O foco está no iminente uso da Banda C para a nova tecnologia móvel sem fio. Segundo o órgão, há a possibilidade de interferência no desempenho do altímetro de radar das aeronaves com as operações do 5G que utilizarão o mesmo intervalo, em GHz.

A FAA deverá emitir um Boletim Especial de Informações e uma Diretiva de Aeronavegabilidade nos próximos dias, com detalhes sobre este impasse e o que será feito para reduzir futuros problemas relacionados ao tema.

No Brasil, em julho, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) iniciou a migração de usuários de antenas parabólicas convencionais da Banda C para a Banda Ku, utilizada em TVs por assinatura digitais via satélite, visando liberar o espectro para o 5G e reduzir a possibilidade de interferências.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 30 de Outubro de 2021 às 11:15


Notícias noticias noticias de aviação FAA Estados Unidos 5G Banda C Altímetro Radar Segurança Voo