Ave de rapina

Embraer realiza primeiro voo de demonstração do E-Jet E2 em Congonhas

E195-E2 será o avião mais comprido a operar no aeroporto central de São Paulo


 

E195-E2 será o mais comprido avião comercial a operar em Congonhas

A Embraer realizou a primeira operação com o E195-E2 no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A fabricante brasileira demonstrou a viabilidade de operação do novo avião no aeroporto paulistano.

O E195-E2 será o maior avião em comprimento a operar atualmente em Congonhas, com 41.5 m, superando os Boeing 737-800 que possui 39.47 m e o Airbus A320neo com 37.57 m. Embora a capacidade de transporte de passageiros seja inferior no E195-E2, sua fuselagem foi alongada, permitindo instalar até 146 assentos na configuração 2+2 por fileira, enquanto os demais aviões que operam em Congonhas utilizam a configuração 3+3.

LEIA TAMBÉM

Outro destaque do novo E195-E2 é sua envergadura, similar aos 737 e A320, exigindo maior atenção as manobras em solo. A Azul é o primeiro operador do modelo na América do Sul e deverá utilizar a aeronave em suas principais rotas domésticas, aproveitando sua capacidade de transporte e alcance.

O E-Jet E2 é mais de 20% mais econômica que a geração anterior, oferecendo ainda maior número de assentos. A expectativa é que a Azul substitua grande parte dos atuais E190 pelos E195-E2 que podem voar com maior eficiência na maior parte das rotas hoje operadas pelo modelo.

O primeiro voo do E195-E2 foi no trecho Congonhas – São José dos Campos, onde fica uma das principais unidades industriais da Embraer.

ASSINE AERO MAGAZINE COM ATÉ 76% DE DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan | Imagem: Divulgação

Publicado em 23 de Outubro de 2019 às 15:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Congonhas Azul Embraer Boeing Airbus E-Jet E195-E2 737-800 737 NG A320 A320neo