Voos no campo

Embraer comercializa oito EMB-203 Ipanema em janeiro

Total representa um terço de tudo que foi negociado ao longo de 2020


Ipanema com pintura especial de 50 anos

Voos da Qatar Airways poderão seguir rotas mais curtas através do espaço aéreo de nações vizinhas

Em apenas trinta dias deste ano a Embraer negociou um terço do total de Ipanemas vendidos ao longo de 2020. O fabricante anunciou que encerrou janeiro com oito EMB-203 Ipanema vendidos, momento impulsionado pelo desempenho favorável do agronegócio brasileiro.

A Embraer ainda promoveu uma série de melhorias e inovações no Ipanema, que mantém sua boa competitividade no mercado, especialmente frente aos rivais importados. Entre os destaques do Ipanema 203, a série mais recente da família, está o redesenho do no capô do motor, com novas grades de saída de ar, garantindo maior refrigeração.

Outra mudança significativa foi a substituição de peças da asa por outras com nova geometria e material em aço inox mais resistente. De acordo com a Embraer, a mudança permite ampliar a vida útil dos componentes diante dos desgastes gerados pela condição severa da operação no campo, significando menores despesas com manutenção ao longo dos anos.

Ipanema com pintura especial de 50 anos

Com quase 1.500 unidades entregues, o avião ocupa a liderança do segmento agrícola nacional com 60% de participação no mercado. O fabricante brasileiro ainda lançou uma pintura comemorativa dos 50 anos do primeiro voo do Ipanema. As cores da bandeira brasileira foram as escolhidas para destacar esse projeto aeronáutico 100% nacional.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 5 de Fevereiro de 2021 às 15:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Ipanema Embraer aviação agrícola agronegócio