Muralha chinesa

China Eastern Airlines encomenda cinco Comac C919

Avião chinês avança na campanha de certificação e pode se tornar sucesso no mercado interno


China Eastern formalizou a compra de cinco C919 e avião chinês avança no seu desenvolvimento

A China Eastern Airlines fechou o pedido de cinco aeronaves C919, desenvolvida e construída pela chinesa Comac.

O anuncio tem duplo valor simbólico: primeiro é envolver mais uma venda do C919, que mantém boa aceitação no mercado interno da China, que ao contrário da visão popular, é um mercado livre para aquisições de aeronaves. O segundo ponto destaca ter sido divulgado publicamente pela Comac, visto que a indústria aeronáutica da China não tem tradição de divulgar seus números e vendas.

O C919 tem o Airbus A320neo e o Boeing 737 MAX como concorrentes diretos. As aeronaves ficarão baseadas no aeroporto de Xangai-Pudong (PVG), principal hub da China Eastern, que deverá usar os aviões em suas principais rotas domésticas.

O avião entrou em sua fase final de desenvolvimento em novembro de 2020, mantendo o cronograma de certificação e com previsão de entrar em serviço até o final deste ano. Recentemente o C919 realizo testes em baixa temperatura na Mongólia Interior, região administrativa chinesa (sem relação com o país vizinho).

A aeronave possui motores CFM Leap-1C, similares aos utilizados pelos rivais da Airbus e Boeing. O modelo tem alcance de 2.200 milhas náuticas (4.074 km) e pode transportar até 190 passageiros em classe única.

Por Marcel Cardoso

Publicado em 4 de Março de 2021 às 13:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Comac aviação C919 China Eastern Airbus A320neo Boeing 737 MAX CFM Leap 1C