AERO Magazine
Busca

Difícil ver ver

Caças da FAB desaparecem em foto realizada sobre Porto Alegre

Camuflagem padrão da FAB permitiu que os aviões ficassem quase invisíveis na imagem


Caças F-5 Tiger se misturam a paisagem da cidade de Porto Alegre - Via Redes Sociais
Caças F-5 Tiger se misturam a paisagem da cidade de Porto Alegre - Via Redes Sociais

Uma foto que mostra caças F-5EM  da FAB sobre Porto Alegre viralizou nas redes sociais. O que era pra ser uma simples imagem dos aviões com a cidade ao fundo está rendendo comentários, posts e curiosidade sobre a camuflagem dos caças da FAB.

Ao todo, são nove caças do Esquadrão Pampa, sediado em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre. Os aviões estavam retornado da base aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, onde participaram, no dia 22 de abril, da cerimônia do Dia da Aviação de Caça.

Chama a atenção a camuflagem dos aviões na foto, sendo necessário dar zoom e prestar atenção para achar todos os caças. As cores verde escuro e cinza se misturam com o fundo, composto pela vegetação e os prédios da grande Porto Alegre.

O objetivo das pinturas é este mesmo, dificultar a visualização das aeronaves, seja por cima, por baixo ou pelo lado, o que em um combate à moda antiga é um fator decisivo. Porém, no combate contemporâneo, envolvendo mísseis além do alcance visual, disparados dezenas de quilômetros de distância do alvo, a furtividade ao radar é fundamental. Em casos de comabte aproximado, uma boa camuflagem ainda hoje pode significar a sobrevivência da aeronave e seu piloto.

Durante toda a história da FAB os aviões de combate colecionaram pinturas, inclusive algumas comemorativas. Antes da modernização nos 2000, os F-5 brasileiros ostentaram cores mescladas entre um amarelo enferrujado e um verde mais claro, enquanto outros eram em tons de cinzas.

Outro avião a ter sua pintura alterada foi o A-1 AMX, que incialmente era cinza, mas depois passou para o padrão verde e cinza, similar aos F-5.

A-1 AMX
AMX é fruto de uma perceria entre o Brasil e a Itália e foi muito importante para outros projetos da Embraer - FAB / Johnson

Aliás, desde começo dos anos 2000 a FAB optou por patronizar a maioria das aeronaves com cores camufladas em tons de verde e cinza, desde os F-5, A-1 e A-29, até os C-95 Bandeirante, C-130 Hercules e os novos KC-390.

Entretanto, com os Gripen F-39 o padrão  será baseado no esquema cinza, de superioridade aérea, sem outros tons de cores diversas.

Gripen F-39E
Os primeiros Gripen F-39E estão em meio a testes para obter a Certificação Militar de Tipo - Saab

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Banner Promocional

Por André Magalhães
Publicado em 04/05/2022, às 20h34


Mais Notícias