Nova estratégia

Brasil e Argentina vão receber voos do A350-1000 da British

Empresa britânica terá apenas um voo para São Paulo e Buenos Aires a partir de março


A350-1000 é o maior avião bimotor da Airbus e oferece capacidade similar aos dos veteranos 747-400

Para a alegria de spotters e entusiastas, a British Airways fará a estreia do Airbus A350-1000 na América do Sul. No entrando, o novo avião iniciará seus voos para o Brasil e Argentina apenas em 28 de março de 2021.

A rota mantém o trajeto tradicional, partindo do aeroporto de Heathrow, em Londres, com destino a São Paulo, decolando na sequência para Buenos Aires, na Argentina. A notícia mostra uma mudança na estratégia da empresa britânica, que atualmente mantém voos dedicados para as duas cidades.

A intenção da British Airways em operar um voo único para ambos destinos é uma solução para manter a operação ao mesmo tempo em que corta seus custos operacionais. A companhia foi uma das mais afetadas no continente europeu pela pandemia, forçando o cancelamento de milhares de voos e a aposentadoria de diversos aviões, incluindo os Boeing 747.

De acordo com a British Airways, o voo BA247 partirá de Heathrow às 22h25 (horário local), pousando em São Paulo às 6h10 (horário local) do dia seguinte, permanecendo em solo por 1 hora para então decolar às 7h10 e finalmente pousar em Buenos Aires às 10h05.

Contudo, o voo não se beneficiará na quinta liberdade, ou seja, não poderá vender passagens no trecho entre o Brasil e a Argentina, e vice-versa. Algumas empresas operam a rota com venda de bilhetes, tornando mais atraente a operação e oferecendo opções adicionais aos viajantes.

No trajeto oposto, o voo BA246 decolará de Buenos Aires às 11h50 (horário local), pousando em São Paulo às 14h30, para então decolar às 15h30, com chegada a Londres prevista para às 6h55 (horário local).

A adoção do Airbus A350-1000 atende a grande demanda existente nas duas cidades sul-americanas. O modelo é a maior variante da família A350, que além da fuselafem 7 metros maior que do A350-900, conta com modificações estruturais nas asas e no trem de pouso principal, que utiliza seis rodas, ao contrário do irmão menor com apenas quatro. O avião é impulsionado por dois motores Rolls-Royce Trent XWB-97, de 97.000 lbs de empuxo cada, aproximadamente 12.000 lbs a mais em relação ao A350-900.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 16 de Dezembro de 2020 às 10:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Boeing 747 Airbus A350-1000 A350 British Airways Cumbica Buenos Aires Ezeiza Londres