Avião-tanque

Boeing recebe novo contrato para aviões de reabastecimento nos EUA

Força aérea norte-americana ampliou o pedido para o KC-46, adicionando quinze aviões


KC-46 Pegasus

Atualmente a USAF conta com 42 unidades do KC-46A em serviço

A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF, na sigla em inglês) concedeu à Boeing um contrato de US$ 2,1 bilhões para quinze novos aviões-tanque KC-46A Pegasus.

O acordo assinado nos últimos instantes da administração do presidente Donald Trump amplia a frota de reabastecedores da USAF, que planeja substituir todos seus veteranos KC-135 e KC-10 pelos novos Pegasus.

O KC-46 além da maior capacidade geral, em relação aos seus antecessores, oferece maior integração entre a frota atual de caças e os aviões-tanque. Porém, o modelo sofre com uma série de problemas, como falha no sistema de visualização da sonda de reabastecimento, erros de qualidade nos procedimentos de construção e montagem, entre outros.

Concebido como um avião hibrido dentro da família 767, o KC-46 utiliza a fuselagem básica do 767-200F, com as asas da série -300F e a cabine digital adotada pelo 767-400. A proposta original era oferece um avião de grande capacidade, com custos inferiores aos concorrentes, especialmente o A330 MRTT, da Airbus. Aliás, o modelo europeu chegou a ser declarado vencedor do programa KC-X, da USAF, mas uma decisão reverteu o projeto em favor da proposta da Boeing.

“A adaptabilidade do KC-46 será uma virada de jogo para a Força Aérea dos Estados Unidos”, disse Jamie Burgess, vice-presidente e gerente do programa KC-46. “Sabemos que nossos clientes de defesa precisarão transformar a forma como lutam e vencem na era moderna. É por isso que a Boeing está focada em garantir que o KC-46 cresça e mude com eles”.

Por ora, a Boeing trabalha também na solução das questões pontuais do projeto, que tem postergado o emprego pleno dos novos aviões e a substituição dos modelos mais antigos. Ainda assim, parte da frota de KC-10 já está deixando o serviço ativo, permitindo uma gradual mudança para o KC-46.

“Nossa frota KC-46 está crescendo e estamos prontos para estender o alcance do reabastecimento aéreo de próxima geração aos nossos aviadores”, disse o coronel Jason Lindsey, gerente do programa do Sistema KC-46 da Força Aérea dos Estados Unidos.

Com o contrato adicional, a Boeing agora tem um pedido firme 94 reabastecedores KC-46ª, que devem ser entregues ao longo da década.

A Boeing entregou o primeiro KC-46A à USAF em janeiro de 2019, que atualmente tem um total de 42 aviões do tipo na frota. Os aviões estão baseados ao longo do território dos Estados Unidos, como a base de McConnell, no estado do Kansas, base de Altus em Oklahoma, base da Guarda Aérea Nacional de Pease, em New Hampshire e Seymour, na Carolina do Norte.

Reabastecimento em voo entre um KC-46 e um cargueiro C-17 Globemaster III

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 26 de Janeiro de 2021 às 12:19


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Boeing KC-46 Pegasus KC-10 KC-135 767 767-300 C-17