AERO Magazine

Ventos favoráveis

Boeing divulga número total de entregas e pedidos em 2018

Segmento de corredor duplo se destaca e setor militar mantém ritmo lento

Por Edmundo Ubiratan em 9 de Janeiro de 2019 às 16:00

A Boeing encerrou 2018 com um novo recorde de entregas, com 806 aviões, superando o recorde anterior de 2017, quando entregou 763 aviões.

Além da alta no total de entregas, a Boeing registrou um aumento em sua carteira de pedidos com 893 encomendas, incluindo a venda de 203 aviões em dezembro. No ano passado a Boeing também aumentou a produção 737 para 52 aviões por mês, enquanto quase metade das 580 entregas de 737 do ano foram da família MAX, incluindo os primeiros MAX 9. A família 737 MAX alcançou novo marco de vendas em dezembro, superando os 5.000 pedidos totais, com 181 novas vendas em dezembro, enquando ao longo do ano o total foi de 675 pedidos, incluindo vendas para 13 novos clientes.

O 787 Dreamliner também obteve alta nas entregas, encerrando o ano com 145 aviões. A família Dreamliner agora conta com os três membros homologados e já em operação, encerrando assim a fase de desenvolvimento do programa. Os destaques incluem a mudança da Hawaiian Airlines do Airbus A330 para o 787 e a Turkish Airlines como uma nova cliente. A American Airlines e a United Airlines aumentaram a crescente lista de pedidos repetidos da Dreamliner com 47 e 13 jatos adicionais, respectivamente.

As entregas de vários modelos 777, 767 e 747-8 completaram o total de 806 aviões para o ano.  Todavia, as entregas do 767 incluem a transferência de 10 aeronaves 767-2C para o programa KC-46 da força aérea dos Estados Unidos.

Em termos de pedidos, a Boeing obteve um total de 893 pedidos, avaliados em US$ 143,7 bilhões, de acordo com os preços de tabela. Embora a carteira tenha aumentado para quase todos os modelos, o destaque foi para o mercado de corredor duplo, que encerrou o ano com 218 encomendas, demonstrando a retomada do mercado de aviação em mercados de grande demanda.

Embora a primeira geração do 777 estejja para ser substituída pelos novos 777X, o modelo manteve seu ritmo de vendas estável com 51 pedidos em 2018, impulsionados pelas vendas do 777F para DHL Express, FedEx Express, ANA Cargo e Qatar Airways. Com vendas adicionais em dezembro, o programa 777 ultrapassou 2.000 pedidos desde o seu lançamento.

O veterano 747, que em sua mais recente versão mantém um ritmo modesto de vendas, obteve um novo e importante contrato para o 747-8F, com o pedido para 14 aeronaves feito pela UPS, além de outros 4 aviões encomendados. Ao encerrar o ano com 18 novos pedidos o programa do 747 mantém a produção garantida por mais alguns meses, com um total de 24 aeronaves em carteira.

Militar

No segmento militar o destaque foram 17 entregas do F/A-18 Super Hornet e outros 10 F-15 entregues ao longo de 2018. O patrulheiro P-8 Poseidon, derivado do 737-800, encerrou o ano com 16 entregas, sendo seis apenas em dezembro. Entre os helicópteros o CH-47 Chinook fechou o ano com 13 aeronaves novas e outras 17 remanufaturadas. A modernização de aeronaves militares ainda garantiu a entrega de 23 AH-64 Apaches no último ano.


Notícias Boeing 737 MAX 747 767 777 787 Apache Chinook Hornet F-15 F/A-18


H-145

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 216,00R$ 432,00R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 72,00 6x R$ 72,00
Assinando agora você GANHA também 4 Pôsteres PORTA COPOS

Boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas