Tudo Rosa

Azul terá 110 voos diários em Campinas a partir de outubro

Expectativa é oferecer até 60% da capacidade, quando comparado ao mesmo período de 2019


Azul espera atingir em outubro até 60% da capacidade existente no mesmo período de 2019

A Azul espera atingir 110 voos diários a partir de outubro, ampliando ainda o número de rotas domésticas partindo de Campinas. O aeroporto de Viracopos, o principal centro de conexões da companhia no Brasil, terá aumento de oferta de voos para mais de 38 destinos, passando a ter conectividade direta com 47 cidades brasileiras além de dois destinos internacionais.

A empresa anunciou que a partir de outubro terá voos, a partir de Campinas, para Rondonópolis, no Mato Grosso, e com Juazeiro do Norte, no Ceará e Petrolina, em Recife. A ampliação de destinos aproxima a empresa do fluxo de voos existente no período anterior a pandemia de covid-19.

A partir do próximo mês a Azul terá novos voos diretos para Cuiabá, Teresina, Vitória, Campo Grande, Porto Alegre, Maceió e Rio de Janeiro. A ligação entre Viracopos e o aeroporto Santos Dumont passou a ter seis operações por semana desde o dia 14 de setembro, realizados pelos Embraer E-Jet E1, com capacidade para até 118 passageiros e o Airbus A320, configurado com 174 assentos.

“Estamos dando mais um passo para retomar o fluxo de nossas operações no país, reconectando cidades regionais. Essas adições fortalecem nosso hub de Campinas e fazem com que nossos Clientes tenham múltiplas opções de voos e destinos a partir do nosso principal aeroporto de operação no Brasil”, ressalta Vitor Silva, gerente de planejamento de malha da Azul.

A Azul pretende operar 505 decolagens diárias para 89 destinos, o que representa uma capacidade doméstica planejada de aproximadamente 60% da operação da companhia em relação ao mesmo período do ano passado.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 24 de Setembro de 2020 às 09:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A320neo Embraer E-Jet E1 Viracopos Campinas covid-19 pandemia Santos Dumont Rio