Colisão contra o terreno

Avião cai ao tentar fugir de interceptação feita pelo Super Tucano

Aeronave voava ilegalmente na República Dominicana e poderia estar sendo utilizada pelo narcotráfico


Embraer Super Tucano da República Dominicana

República Dominicana utiliza o Super Tucano da Embraer especialmente em missões de combate ao narcotráfico

Um avião que voava ilegalmente no espaço aéreo da República Dominicana se acidentou enquanto era perseguido por um A-29B Super Tucano, da força aérea do país.

De acordo com as autoridades dominicanas, a aeronave após ser detectada pelos radares da defesa aérea passou a tentar se esquivar de ser interceptada. Ainda assim a força aérea enviou um Super Tucano para conter a violação do espaço aéreo.

O piloto do Rockwell 690B Turbo Commander, um bimotor de alto desempenho e capacidade de transporte média, que provavelmente estava a serviço do tráfico internacional de drogas, não cumpriu os protocolos de interceptação, mesmo com a força aérea dominicana seguindo os procedimentos padrão neste tipo de operação.

Segundo relatos, mesmo sendo noite o avião passou a voar baixo e veloz, tentando se manter fora do alcance dos radares e evitar um engajamento por parte do A-29B. Porém, o piloto inadvertidamente colidiu com o terreno ao tentar pousar em um canavial próximo a Batey Palo Bonito, na província de La Altagracia.

O acidente ocorreu pouco após as 21h (locais) e as autoridades policiais confirmaram a morte de dois homens e a destruição completa do avião. De acordo com Direção Nacional de Controle de Drogas (DNCD), ainda não existe a confirmação de que haviam drogas ou armas a bordo. Uma análise dos destroços permitirá avaliar o conteúdo que era transportado, assim como identificar a origem do avião, que pode inclusive ter sido roubado.

Super Commander bate no solo após fugir do Super Tucano

Colisão contra o terreno ocorreu durante uma tentativa frustrada de pousar em um canavial durante a noite

A República Dominicana tem utilizado constantemente seus A-29 Super Tucano em missões de combate ao narcotráfico, realizando especialmente interceptação de tráfegos aéreos ilegais. O avião brasileiro se tornou um dos modelos mais utilizados no combate a voos ilícitos e ao combate a grupos guerrilheiros.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 15 de Março de 2021 às 13:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Embraer A-29 Super Tucano República Dominicana Turbo Commander Super Commander