Drones

Autoridade aeronáutica testa detector de drones no aeroporto Dallas/Ft. Worth

Em 2016, a agência recebeu 1.800 relatórios sobre a presença de drones, próxima a aeroportos


Enquanto cresce a utilização de drones, aumentam também os incidentes de “quase colisão” (near miss) entre estes artefatos e outras aeronaves. O FAA recebeu, em 2016, cerca de 1.800 comunicados cobre drones próximos aos aeroportos – um número que tem tudo para ficar ainda maior.

É um dos motivos pelos quais está sendo testada uma nova tecnologia de detecção antecipada de drones no Aeroporto Internacional D/FW (Dallas/Fort) – local ideal pelo grande volume de tráfego, típico da instalação.

Coordenando o teste com as autoridades do aeroporto, o teste envolveu o voo de vários tipos de drones voando sobre determinadas zonas das pistas, nos períodos da manhã e noturnos.

O novo sistema utiliza rádio frequências, radar e câmeras para localizar os drones e estas informações são enviadas aos controladores do tráfego aéreo, que podem retransmiti-las aos pilotos e, caso necessário, reorientar as operações.

“Tivemos realmente um grande sucesso” disse Jim Patterson, gerente da Seção de Pesquisas e Desenvolvimento da Segurança do Aeroporto do FAA no aeroporto. “Grande parte da tecnologia ainda se acha na fase preliminar e ainda não sabemos como ficarão as especificações definitivas”.

A próxima etapa é padronizar a tecnologia para que possa ser utilizada nos principais aeroportos do país. O D/FW foi um dos cinco locais utilizados para os testes.

Por Ernesto Klotzel

Publicado em 4 de Maio de 2017 às 11:09


Notícias FAA Fort Worth