A marvada

American e Southwest não terão mais bebidas alcoólicas durante os voos

Casos de violência a bordo envolvendo pessoas alcoolizadas cresceram nos últimos seis meses


Airbus A321 da American

Distúrbio a bordo e agressões ligados ao consumo de álcool cresceram nos últimos meses nos EUA

A American e a Southwest Airlines não terão mais serviço com bebidas alcoólicas a bordo de seus voos após o aumento nos casos de violência por parte dos passageiros.   

Recentemente as duas empresas aéreas registraram uma piora no comportamento de passageiros que consumiram bebidas alcoólicas durante os voos, com alta em casos de gritos, empurrões e até mesmo agressões físicas entre passageiros e comissários de bordo.

A decisão de cancelar a oferta de álcool durante o serviço de bordo foi anunciada após uma comissária da Southwest ter sido agredida por uma passageira que desferiu socos em seu rosto no último domingo (30), em voo entre as cidades de Sacramento e San Diego, na Califórnia.

Além dos operadores aéreos, a FAA, a agência de aviação civil dos Estados Unidos, também vem registrando um aumento nas ocorrências envolvendo passageiros indisciplinados ao longo dos primeiros meses do ano.

Para se ter uma noção da gravidade dos casos, desde o dia 1º de janeiro de 2021 foram registrados mais de 2.500 ocorrências do tipo, sendo 1.900 relatos sobre passageiros que se recusaram fazer o uso de máscara durante o voo. Nos Estados Unidos o uso de máscara ou cobertura facial durante toda a viagem aérea se tornou lei federal, e tem como objetivo evitar a propagação de mais casos de covid-19.

"Percebemos que essa decisão será decepcionante para alguns clientes, mas pensamos ser a decisão certa no interesse da segurança e conforto de todos a bordo", disse a Southwest Airlines em um comunicado.

Já a American Airlines anunciou um memorando justificando que o álcool pode contribuir para o comportamento atípico dos passageiros que pode gerar uma situação estressante para todos. Todavia, a empresa servirá bebidas alcoólicas apenas na primeira classe e na executiva e durante o voo, excluindo a possibilidade do serviço antes da decolagem.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 2 de Junho de 2021 às 15:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Airbus A321 Southwest American Airlines FAA álcool