Novos conceitos

American Airlines fecha acordo com cliente por usar combustível sustentável

Empresa de consultoria Deloitte quer reduzir pegada de carbono no deslocamento de seus funcionários


Uso de SAF poderá ajudar empresas a reduzir as taxas de emissão de poluentes nas viagens de seus funcionários

A American Airlines e a Deloitte, a empresa de auditoria internacional, anunciaram parceria para promover o uso do combustível sustentável de aviação (SAF, na sigla em inglês), com o objetivo de diminuir as emissões oriundas do transporte aéreo.

O acordo prevê reduzir as emissões do ciclo de vida da aviação em 3.050 toneladas métricas de dióxido de carbono (CO2), o que equivale a cerca de 10.000 passageiros voando entre Nova York e Los Angeles, nos Estados Unidos.

Esta é uma das primeiras colaborações entre uma empresa de auditoria, que busca reduzir as emissões líquidas de viagens de negócios de seus executivos, e uma companhia aérea que está usando o SAF em suas operações diárias.

A Deloitte pretende cumprir uma meta de redução as emissões de poluentes nas viagens de seus funcionários em 50% até 2030.

O uso de SAF permite uma redução de emissões de forma considerável, ainda que o valor exato dependa do tipo de avião e rota, mas pode beneficiar companhias que buscam reduzir suas emissões de escopo 3 em viagens de negócios.

O certificado SAF é um conceito em desenvolvimento pela iniciativa Clean Skies for Tomorrow, do Fórum Econômico Mundial, com o objetivo de liberar novo capital para aumentar a produção do combustível renovável e menos poluente, aproveitando a ambição de metas corporativas de clima para reduzir emissões nas viagens de negócios.

O SAF, em conjunto com os certificados, pode ser usado por corporações para atingir seus objetivos de sustentabilidade.

Por Marcel Cardoso

Publicado em 4 de Março de 2021 às 09:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação American Airlines SAF biocombustível Deloitte Nova York