Ativo e seguro

Aeronaves com winglets ativos voltam a ser autorizadas a voar

Sistema Atlas da Tamarack amplia alcance e melhora performance, mas acidente havia colocado em dúvidas segurança do dispositivo


Após as autoridades dos Estados Unidos e da Europa autorizarem o retorno das operações dos aviões equipados com os winglets ativos Atlas, a Tamarack Aerospace voltou a instalar os dispositivos já encomendados.

Um acidente levou a emissão de uma Diretriz de Aeronavegabilidade impedido de voar os modelos Citation CJ1, CJ2 e CJ3 equipados com os winglets ativos. Havia na ocasião a preocupação que a superfície de cambagem ativa dentro do sistema poderia causar perda de controle. Após investigações o sistema não teve qualquer relação com os acidentes e nem compromete a segurança das aeronaves.

LEIA TAMBÉM

A EASA suspendeu as restrições de voo no início deste mês e a FAA emitiu um método alternativo de conformidade (AMOC) em 10 de julho, que efetivamente suspendeu as restrições de voos dos aviões equipados com o winglet Atlas.

A Tamarack Aerospace está agora reagendando as instalações e reorganizando sua estrutura, que foi comprometida pelo processo de investigação. A expectativa é que mais duas instalações do winglet Atlas sejam realizadas nas próximas semanas.

ASSINE AERO MAGAZINE COM DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan | Imagens: Divulgação

Publicado em 31 de Julho de 2019 às 14:00


Notícias Tamarack Atlas Cessna Citation CJ1 CJ2 CJ3 winglet