Garras do Urso

Versão modernizada do bombardeiro Tu-95 decola pela primeira vez

Aeronave recebeu uma série de melhorias que devem ampliar suas capacidade e vida útil


Melhorias no Tu-95MSM incluem refinamentos no motor, novo radar, sistema de navegação atualizado, entre outros

  • Faça parte do grupo de AERO Magazine no Telegram clicando aqui

A Rússia realizou o primeiro voo com o Tu-95MSM, a versão modernizada do bombardeiro que recebeu uma série de melhorias, incluindo novo radar e motores aperfeiçoados. Segundo a força aérea, o modelo é a versão que recebeu um maior número de atualizações na história do avião.

A decolagem ocorreu nas instalações da Beriev, em Taganrog, próximo ao Mar Negro. O bombardeiro voou por 2h33, atingindo 30.000 pés (9.000 metros), onde foram verificados o funcionamento de uma série de equipamentos instalados.

O voo ocorreu um dia antes da abertura do Fórum Técnico-Militar Internacional Army-2020, um importante evento militar realizado pela Rússia. A modernização do veterano Tu-95 tem sido uma das plataformas de propaganda das capacidades atuais das forças armadas russas. O Kremlin voltou a utilizar a defesa como uma importante ferramenta de promoção das capacidades do país.

O trabalho de atualização do Tu-95MSM é conduzido pela United Aircraft Corporation (UAC), o conglomerado estatal que reúne praticamente toda a indústria aeronáutica da Rússia. O contrato é gerenciado pela Tupolev e Beriev, divisões dentro da UAC.

Segundo as autoridades a modernização aumentará significativamente as capacidades de ataque, especialmente com uso de armamento de precisão, assim como a confiabilidade de navegação. O projeto ainda prevê uma revisão estrutural, permitindo estender ainda mais a vida útil do bombardeiro, além de ainda incluir alguns refinamentos que permitiu melhora as características de decolagem e pouso.

“Esta aeronave tem um novo sistema de armamento, uma nova suíte de equipamentos eletrônicos embarcados, com motores modificados e novas hélices. As capacidades de combate da aeronave dobraram após esta atualização”, afirmou Yuri Slyusar, Diretor Geral da UAC. “A modernização da frota de bombardeiros estratégicos continuará nesse caminho”.

A intenção é modernizar toda a frota de Tu-95, ampliando a capacidade do turbo-hélice, especialmente em um momento de tensões com o Ocidente. Ainda que os detalhes da atualização não tenham sido divulgados, sabe-se que o Tu-95MSM conta com um novo controle de armas, sistema de navegação modernizado, nova plataforma de comunicação e um novo radar. A confirmação foi que os novos pontos duros instalados no avião dobraram a capacidade de transporte de armas estratégicas. “Surgiu a possibilidade de transportar oito em vez de quatro mísseis, ou seja, aumentamos a carga útil em duas vezes e estendemos a vida útil da aeronave consideravelmente”, disse Slyusar, em entrevista ao canal de TV Zvezda.

Possivelmente o bombardeiro deverá agora contar com um sistema avançado de guerra centrada em rede (data-link), ampliando assim as capacidades de emprego nos cenários de guerra atuais.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 26 de Agosto de 2020 às 15:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Tupolev UAC United Aicraft Corporativo OAK Rússia bombardeiro Tu-95 Tu-95MSM missil bomba