Presente de Natal

Vacina de covid-19, transporte começa a ser planejado

United e American Airlines realizaram os primeiros ensaios para estruturar logística especial


Voos terão licença especial para transportar quantidades adicionais de gelo seco

A United e a American Airlines estão realizando todos os ajustes para iniciar o transporte de remessas massivas da vacina de covid-19 que está perto de ser aprovada. O processo será uma das mais importantes atividades realizadas nos últimos meses.

A United Airlines realizou voos entre o aeroporto de Bruxelas e o aeroporto de O’Hare, em Chicago, com o primeiro lote de vacinas produzidos pela Pfizer que aguarda a aprovação dos reguladores responsáveis.

A expectativa é que esse lote inicial sirva como um evento de teste para garantir o abastecimento dos locais estratégicos para a distribuição em massa. A FAA emitiu uma autorização especial para a United transportar uma quantidade cinco vezes superior ao máximo permitido de gelo seco, material primordial para a conservação das vacinas durante o seu armazenamento. A autorização deverá ser ampliada para demais companhias aéreas de carga e passageiros.

Durante o transporte as remessas de vacinas poderão ser enviadas em “recipientes ativos”, com controles de temperatura embutidos que regulam e monitoram as condições ambientais durante o transporte. Outra opção é o uso de recipientes passivos, que são resfriados com bolsas de gelo ou gelo seco que são inseridos em um sistema fechado para manter o produto frio durante todo o transporte.

Seguindo o mesmo caminho, a American Airlines está realizando os seus preparativos para a crítica tarefa no transporte da vacina contra a covd-19 que está prestes a ser aprovada. Em meados de novembro, a companhia começou a realizar voos de teste, em conjunto com parceiros farmacêuticos e de carga partindo de Miami para a América do Sul, utilizando seus Boeing 777-200.

“A equipe da American Airlines está trabalhando em colaboração com parceiros de carga, farmacêuticos e órgãos federais para que possamos transportar com segurança e rapidez uma vacina aprovada. Apesar dos desafios significativos que o setor de aviação civil está enfrentando, estamos trabalhando noite e dia para colocar nossas melhores qualidades em serviço durante este momento de necessidade [utilizando] nossa rede, nossas aeronaves e nossa incrível equipe ”, disse Jessica Tyler, presidente da American Airlines Cargo.

Os voos contarão com as condições exigidas para o transporte adequado da vacina, permitindo  avaliar a embalagem térmica e o processo de manuseio operacional que, em última instância, garantirá que ela permaneça estável enquanto estiver em voo.

  • Se inscreva no canal da AERO Magazine no YouTube clicando aqui

Por Gabriel Benevides

Publicado em 1 de Dezembro de 2020 às 14:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Boeing 777 American Airlines United Airlines covid-19 vacina coronavírus