Novo mundo

Último A318 da British Airways é oficialmente retirado de serviço

Avião voava regularmente entre Londres e Nova York, com apenas 32 assentos de classe executiva


Airbus A318 da British Airways

British Airways utilizava A318 atendendo especialmente ao público corporativo

A British Airways aposentou seu último Airbus A318, encerrando assim a ligação premium entre o aeroporto de London City, na região central da capital inglesa, com o aeroporto John F Kennedy, em Nova York, nos Estados Unidos.

O avião era configurado com apenas 32 assentos de classe executiva, atendendo ao público corporativo em uma das mais movimentada e rentáveis ligações aéreas do mundo. As cidades de Londres e Nova York possuem elevado tráfego, especialmente por causa da relação empresarial e financeira entre ambos destinos.

Com a pandemia e consequente redução no tráfego internacional, gerado pelo fechamento de fronteiras e ampliação do conceito de home office, a British Airways iniciou um completo plano de reformulação de sua malha.

Ainda que os voos entre os aeroportos de London City e John F Kennedy tivessem elevada ocupação, com margens bastante elevadas, com a redução da demanda não foi possível manter a rota.

O derradeiro A318, de matrícula G-EUNA, estava estacionado no aeroporto de Madrid há vários meses, mas na última quarta-feira (17), decolou para o aeroporto de Enschede Twenthe, na Holanda, onde foi colocado à venda.

O aeroporto holandês é famoso por ser o último destino de aeronaves comerciais aposentadas, onde muitos são sucateados após serem retirados de operação. Contudo, não existe ainda previsão do futuro do A318, que poderá buscar um comprador no mercado corporativo ou servir como fonte de peças.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 19 de Fevereiro de 2021 às 15:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Airbus A318 British Airways JFK KJFK pandemia London City Londres Holanda