Apenas 3 horas no solo

Time de futebol americano usa Boeing para apoiar guerra ao Covid-19

New England Patriots enviou um de seus 767-300ER para a China, onde recebeu 1,2 milhão de máscaras


O New England Patriots, um dos times mais bem-sucedidos da NFL, realizou a compra e transporte de 1,2 milhão de máscaras tipo N95. O equipamento de proteção será distribuído em diversos hospitais de Boston e Nova York.

A equipe utilizou um dos seus Boeing 767-300ER, empregado usualmente no transporte da equipe durante a temporada regular, para acomodar os kits adquiridos na China. O avião pousou no Aeroporto Internacional de Shenzhen Bao'an, província chinesa de Guangdong, onde recebeu uma autorização para permanecer por apenas 3 horas em solo. O tempo limitado permitiu o embarque de apenas 1,2 milhão de máscaras, de 1,7 milhão adquiridas pelo time. O restante da carga deverá ser enviada para os Estados Unidos em outro voo.

LEIA TAMBÉM

Os Estados Unidos iniciaram uma força tarefa para conseguir obter insumos hospitalares, inclusive vetando entrega de produtos a clientes internacionais. Ainda assim, diversos fabricantes estão atuando no combate ao COVID-19, como a Boeing, que tem colaborado com materiais hospitalares criados em impressoras 3D, assim como a General Motors que está atuando na construção de ventiladores, entre outros.

Segundo o dono do New England Patriots, Robert Kraft, o custo para a compra e transporte das máscaras foi de aproximadamente US$2 milhões, valores que foram pagos pela própria equipe.

A equipe de futebol americano possui dois Boeing 767-300ER, adquiridos em 2017 da American Airlines, que utilizou os aviões até o início de 2016. Os aviões produzidos em 1991, operaram na maior parte nas linhas internacionais da empresa aérea, e após serem vendidos foram convertidos para o transporte da equipe do New England Patriots. As mudanças incluíram ainda a pintura nas cores do time, assim como a aplicação simbólica dos 6 troféus conquistados pela equipe na NFL.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 6 de Abril de 2020 às 14:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Boeing 767 American Airlines New England Patriots NFL covid-19 coronavirus NY Nova York Boston