Natural para a região Amazônica

Novo avião anfíbio destinado a voos regulares voa pela primeira vez

Dornier Seastar possui capacidade para até 12 passageiros e pode operar em rios e lagos


Primeiro protótipo do Seastar realiza voo inaugural nos arredores de Oberpfaffenhofen, na Alemanha

A alemã Dornier realizou com sucesso o primeiro voo com o anfíbio Seastar CD2, a nova geração do clássico modelo dos anos 1980. O voo inaugural teve duração de 31 minutos e foi realizado pela equipe da Dornier Seawings, decolando do aeroporto de Oberpfaffenhofen, na Alemanha.

O Seastar CD2 possui capacidade para até nove assentos em configuração corporativa ou doze em uma organização de alta densidade. O fabricante também deverá oferecer uma versão VIP, com apenas sete lugares.

LEIA TAMBÉM

Seastar conta com dois motores PT6A-135A de 650 shp, cada, montados em configuração de push-pull

A nova geração do modelo possui um peso máximo de decolagem (MTOW) de 5.100 kg, com velocidade de cruzeiro de 180 KTAS (333 km/h) e alcance de 900 nm (1.667 km). O avião conta com uma suíte de aviônicos Honeywell Primus Epic 2.0, com quatro monitores LCD de 10 polegadas, sendo impulsionado por dois motores PT6A-135A de 650 shp, cada, montados na configuração de push-pull.

O novo Seastar possui uma estrutura em material composto, fornecida pela Diamond Aircraft do Canadá, enquanto as asas possuem uma estrutura contínua reforçada com três longarinas.

Cockpit conta com a suíte Honeywell Primus Epic 2.0, similar a existente no Pilatus PC-24

O Seastar é voltado para viagens de curto e médio curso, oferecendo grande flexibilidade de emprego, podendo operar tanto em pistas pavimentadas quando em rios e lagos. A certificação é esperada até o final do ano, seguida pela entrada no serviço em meados de 2021.

O Seastar CD2 é uma evolução do projeto Seastar, desenvolvido na década de 1980 por Claudius Dornier Jr, mas que não teve nenhum exemplar produzido em série. O modelo enfrentou as mudanças no mercado e nas certificações do final do século passado, retornando agora graças a evolução dos métodos de construção e necessidade do transporte aéreo.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 6 de Abril de 2020 às 13:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Dornier Seastar Honeywell Primus Epic Pratt & Whitney PT6 Diamond Alemanha