Turismo interno sem restrições

Taxa de ocupação de voos da Latam fecha o semestre em alta

Turismo doméstico impulsionou o número de passageiros


Airbus A321 da Latam Brasil

Segundo a companhia, o cenário é promissor para os próximos meses

A Latam Brasil fechou o primeiro semestre de 2021 com alta na taxa média de ocupação dos voos domésticos, na casa dos 80%, conforme a vacinação contra o coronavírus vai avançando e, por consequência, a demanda vai voltando a ganhar força.

Segundo o Diretor de Vendas e Marketing da companhia, Diogo Eiras, as persistentes restrições nos voos internacionais impulsionaram o turismo doméstico, em especial, as viagens para destinos no Nordeste. “Salvador, Maceió e Natal são hoje os destinos mais procurados pelos nossos clientes. No último mês, vimos um aumento de 70% na procura por esses voos, fazendo com que aumentássemos em 50% a oferta de assentos para essas cidades”, concluiu.

O segundo semestre começou com tendência de alta. Julho está fechando com média de 82% de ocupação, podendo chegar aos 85% até o fim do ano. Nos voos internacionais, Cancún (CUN), no México, está em destaque. O número de frequências semanais nos voos que saem de São Paulo (GRU) teve de ser reajustado de dois para três, por conta das aeronaves que tem saído lotadas.

Para dar conta do reaquecimento do mercado, a Latam aposta na retomada plena de sua frota até o fim do ano, incluindo a reformulação das cabines (retrofit) de 30 aeronaves da família A320, bem como a (re)contratação de profissionais e a otimização de serviços digitais.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 26 de Julho de 2021 às 18:10


Notícias noticias noticias de aviação Latam Ocupação Voos Brasil Demanda