Aviação regional

São Paulo lança edital para concessão de 22 aeroportos

Investimentos previstos devem superar os R$ 450 milhões e contratos terão validade de trinta anos


O aeroporto de Jundiaí foi um dos primeiros concessionados pelo governo do estado de São Paulo

O estado de São Paulo prevê concessionar 22 aeroportos regionais atualmente administrados pelo Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), com previsão de investimentos de aproximadamente de R$ 450 milhões por parte da iniciativa privada.

O edital de licitação foi publicado no Diário Oficial do Estado, detalhando o processo previsto para o certame. O leilão, em concorrência internacional, será realizado em 15 de julho, e prevê a concessão por 30 anos.

Dos aeroportos que serão licitados, seis deles já possuem operações comerciais e treze tem potencial para desenvolver rota regulares, em especial com operação sub-regional ou como alimentador de linhas troncais no estado.

Os aeroportos foram divididos em dois lotes, por região dentro do estado.

O chamado grupo noroeste inclui os aeroportos de São José do Rio Preto (SJP), Presidente Prudente (PPB), Araçatuba (ARU), Barretos (BAT), Assis (AIF), Dracena (QDC), Votuporanga (VOT), Penápolis (SDPN), Tupã (SDTP), Andradina (SDDN) e Presidente Epitácio (SDEP).

Enquanto o grupo sudeste engloba os terminais de Ribeirão Preto (RAO), Bauru-Arealva (JTC), Marília (MII), Araraquara (AQA), São Carlos (QSC), Sorocaba (SOD), Franca (FRC), Guaratinguetá (GUJ), Avaré-Arandu (QVP), Registro (SSRG) e São Manuel (SDNO).

O lance mínimo para os aeroportos do grupo noroeste será de R$ 6,8 milhões e para o grupo sudeste, R$ 13,2 milhões.

Por Marcel Cardoso

Publicado em 16 de Abril de 2021 às 17:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação aeroportos Daesp Jundiaí aviação regional aviação geral