Mais aviões, mais pilotos

Ryanair anuncia a contração de 2.000 novos pilotos

Vagas são abertas para todos que tenham cidadania europeia


 Ryanair tem mais de duzentos 737 MAX encomendados e que devem ser entregues no curto prazo - Foto: Woodys Aeroimages

A irlandesa Ryanair, focada no mercado de ultrabaixo custo, abriu processo seletivo para a contratação de dois mil novos pilotos. A companhia espera atender assim a crescente demanda projetada para os próximos três anos, assim como atender a ampliação da frota que receberá o reforço de dezenas de novos aviões.

A Ryanair fez uma parceria com uma escola de aviação baseada na capital Dublin, para oferecer cursos de treinamento do Boeing 737 como parte desta campanha de recrutamento.

A seleção é válida para todos que tiverem cidadania europeia, o que abrange brasileiros com dupla ou tripla cidadania. Porém, é necessário ter as licenças válidas pela autoridade de aviação da comunidade europeia.

"À medida que encomendamos mais de 210 Boeing 737 MAX 8-200, a Ryanair recrutará mais de 2.000 pilotos nos próximos três anos para preencher posições criadas por esse crescimento”, disse o Darrell Hughes, diretor de pessoal da Ryanair.

Os cursos de capacitação acontecem até o fim do ano para que os novos profissionais estejam aptos para voar a partir da alta temporada de 2022, em toda a Europa.

“Estamos muito satisfeitos em começar a planejar um retorno ao crescimento à medida que nos recuperamos da crise da covid-19”, completou Hughes.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Marcel Cardoso

Publicado em 12 de Julho de 2021 às 13:30


Notícias noticias noticias de aviação avião aeronave aviação Ryanair 737 MAX pilotos EASA Europa Boeing