Mais tempo em voo

Plataforma de análise permite melhorar eficiência de manutenção dos E-Jet

Sistema da Honeywell será padrão em todos os aviões comerciais da Embraer produzidos a partir deste mês


Sistema permitirá empresas maximizarem disponibilidade da frota de E-Jet ao longo do ano

Os novos E-Jet E2 da Embraer serão equipado com o sistema Aircraft Data Gateway 400 (ADG-400) da Honeywell, permitindo uma série de soluções conectadas através de uma rede sem fio.

Os operadores poderão transferir através de banda larga dados críticos de voo e manutenção para suas aeronaves com maior eficiência. O sistema também poderá ser incorporado aos E-Jet E1 através de retrofit.

De acordo com a Honeywell, o ADG-400 consiste em um carregador LSAP (Loadable Software Aircraft Part) sem fio, gravador de acesso rápido e recursos de comunicação de dados. A plataforma permite atualizações de banco de dados e software através de uma rede sem fio, reduzindo o tempo de serviço das equipes e ampliando a velocidade de transmissão de dados.

Além disso, o ADG-400 ajuda a descarregar dados da aeronave destinados para as equipes de manutenção, que poderão analisar, solucionar falhas e prever problemas técnicos e de desempenho. A expectativa é reduzir o tempo de serviço e evitar que os aviões fiquem tempo desnecessário em solo, quando potenciais problemas já podiam ter sido sanados antes mesmo de ocorrer. Desta forma os técnicos podem se concentrar em problemas específicos em vez de gastar várias horas em manutenção geral todos os meses.

A Honeywell fala em uma economia de custos, atrelado a redução de atrasos e na melhor eficiência da manutenção regular, que permite disponibilizar até 150 horas anuais por aeronave. O carregamento do LSAP sem fio pode ainda economizar anualmente 75 horas adicionais por avião.

"Ao equipar suas aeronaves com o Aircraft Data Gateway da Honeywell, estamos permitindo que os operadores de jatos regionais da Embraer dêem passos rumo a uma frota de aviões verdadeiramente conectadas, o que os ajudará a manter suas aeronaves voando e ao mesmo tempo economizando dinheiro", disse Bob Buddecke, presidente da Honeywell Connected Aerospace.

Os primeiros modelos Embraer E2 equipados com o ADG-400 devem sair da linha de produção a partir deste mês de fevereiro, com a opção de upgrade no E1 logo em seguida.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 18 de Fevereiro de 2021 às 09:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Embraer E-Jet E2 E-Jet E1 Honeywell ADG-400 manutenção aeronáutica