Peso pesado

Novo recorde: An-124 transporta satélite de 55 toneladas

Carga entregue para a SpaceX foi a mais pesada, do setor espacial, já transportada pelo gigante da Antonov


Antonov An-124 da Antonov Airlines

Satélite da Airbus foi o artefato espacial mais pesado já transportado pelo An-124 da Antonov Airlines

Um Antonov An-124 realizou o transporte de um satélite de 55 toneladas para a SpaceX, voando entre Toulouse, na França, e o Centro Espacial Kennedy, na Flórida. A missão coube a ucraniana Antonov Airlines, divisão de transporte cargueiro do fabricante.

Ainda que tenha sido uma das mais pesadas cargas destinadas a missão espacial, a Antonov Airlines realiza diversos voos para a SpaceX, sendo na maioria das vezes peças de reposição para foguetes da empresa de Elon Musk.

O satélite foi produzido pela Airbus, sendo acondicionado em um contêiner especial, permitindo transportar o artefato com segurança e distante de agentes externos que podem comprometer seu funcionamento no espaço.

Embarque do satélite no An-124

Note as dimensões do contêiner do satélite produzido pela Airbus

“Transportamos com segurança nosso maior satélite até agora! Do aeroporto de Biagnac, Toulouse, França, para o aeroporto da NASA. Pesando 55 toneladas, o satélite SpaceX foi transportado em um An-124 em um contêiner especialmente construído pela Airbus”, comentou a Antonov Airlines.

Por se tratar de uma complexa operação foram necessárias mais de cinco horas apenas para os procedimentos de embarque e desembarque da carga, mesmo armazenadas em um contêiner espacial.

Mesmo com An-124 tendo certificação para transportar até 150 toneladas de carga, a Antonov Airlines destacou o fato por este ter sido o maior objeto espacial da história da companhia. Recentemente, outra grande carga ligada ao setor espacial foi embarcada em um avião da empresa, que transportou para a Guiana Francesa, partindo de Moffett, na Califórnia, o maior satélite já produzido pela Lockheed Martin.

A Antonov Airlines é no momento a única operadora comercial a voar com An-124, visto que a russa Volga-Dnepr suspenseu os voos com o modelo após um acidente grave envolvendo um dos aviões da frota no dia 13 de novembro.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 15 de Dezembro de 2020 às 10:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Antonov An-124 Volga-Dnper acidente Antonov Airlines SpaceX Airbus satélite