Avião estrangeiro

Itália terá novo avião presidencial

Arrendada da Etihad Airways por oito anos, aeronave A340 substituirá em missões de longo curso o ACJ319, o mesmo modelo utilizado pelo governo do Brasil


Numa época que os principais países do mundo buscam cortar custos, a Itália tomou uma atitude relativamente incomum. Alugou um A340-500 da Etihad Airways para transportar as principais autoridades do país.

O governo italiano já vinha utilizando um A340-500 da Etihad em deslocamentos nos últimos meses, mas optou por estender o contrato por oito anos. A iniciativa visa reduzir os custos relacionados a compra de uma aeronave com capacidade intercontinental, ao mesmo tempo que permite as autoridades voarem direto para os principais países do mundo.

A Itália possui um Airbus ACJ 319 empregado em voos oficiais, o mesmo utilizado pelo Brasil, mas em razão da autonomia restrita da aeronave, em diversos casos, era necessário realizar uma ou mais paradas técnicas, fato que comprometia a agenda oficial e encarecia os deslocamentos.

 

O acordo firmado com a Etihad Airways prevê que um dos A340-500 receba até o final do ano um interior VIP e as cores oficiais da Itália. Além disso, a tripulação será fornecida pela empresa árabe.

A adoção de aeronaves comerciais por chefes de Estado não é inédita, mas em geral o acordo é firmado com empresas do próprio país. A iniciativa italiana de optar por uma empresa estrangeira é incomum. Para o mercado de aviação é uma clara mostra do poder das empresas do Oriente Médio, que vem conquistando cada vez mais mercado na Europa, incluindo a compra de participação em empresas locais.

Da redação

Publicado em 5 de Janeiro de 2016 às 13:32


Notícias Etihad Airways Airbus A340-500