Missão 007

Itália terá dois Gulfstream G550 para missões de guerra eletrônica

Aeronaves vão ampliar as capacidade da Itália frente suas responsabilidades na Otan


Gulfstream deverá converter dois G550 para missões de inteligência e vigilância

O governo dos Estados Unidos aprovou a venda de dois aviões de inteligência e vigilância para a Itália. O acordo prevê ainda o fornecimento de sistemas adicionais relacionados a guerra eletrônica, em um total de US$ 500 milhões.

Os sistemas serão instalados em dois Gulfstream G550 que serão utilizados como aeronaves AISREW, acrônimo em inglês de Sistemas de Missão de Inteligência Aerotransportada, Vigilância, Reconhecimento e Guerra Eletrônica.

A provação do Departamento de Estado norte-americano inclui a integração dos sistemas, assim como venda de plataformas Multifuncionais de Distribuição de Informações - Joint Tactical Radio System (MIDS JTRS), três Embedded/GPS/INS (EGI) com dispositivos de segurança GPS e Communications Intelligence Systems.

O documento também prevê que os aviões sejam equipados com modernos sensores de alerta de mísseis, conjuntos de dispensadores de contramedidas AN/ALE-47 (CMDS), sistemas eletro-ópticos e infravermelhos MX-20HD, radares Osprey 50 AESA, equipamento AISREW ISR, plataforma de comunicação segura, sistemas de identificação amigo/inimigo, modificação e integração de aeronaves, sistemas terrestres para processamento de dados e treinamento da tripulação, equipamento de suporte terrestre, publicações e dados técnicos.

Segundo o Departamento de Estado, a proposta apoia a política externa dos Estados Unidos de operar em parceria com seus aliados da Otan, a aliança militar do Atlântico Norte.

Por ser considerado um parceiro estratégico dentro das políticas internacionais e de interesse geopolítico, a força aérea italiana não terá restrições para absorver as tecnologias presentes nos aviões.

“A proposta de venda deste equipamento e suporte não alterará o equilíbrio militar básico da região”, destacou a Agência de Cooperação de Defesa e Segurança dos Estados Unidos. “Esta venda proposta apoiará a política externa dos EUA e a segurança nacional, ajudando a melhorar a segurança de um aliado da OTAN, que é um parceiro importante para a estabilidade política e o progresso econômico na Europa”.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 16 de Dezembro de 2020 às 15:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Gulfstream G550 Itália inteligência vigilância guerra eletrônica Otan Nato EUA