Recordista

Gulfstream entregou no final de junho o último G550 de série

Modelo ajudou a estabelecer padrões na categoria de jatos de cabine larga e ultralongo alcance


Gulfstream G550 última entrega

Ao longo de quase 20 anos foram entregues mais de 600 aeronaves e mais de 50 recordes foram estabelecidos

A Gulfstream entregou o último G550 comercial, destinado a um cliente privado. Com isso, o avião, que já foi o maior do fabricante, encerra sua longa trajetória com mais de 600 unidades em serviço.

O G550 entrou em serviço em 2003, como uma variante de maior capacidade e alcance da família GV (G-5) da Gulfstream. Além do alcance intercontinental, permitindo ligar, por exemplo, São Paulo aos principais destinos nas Américas e Europa, o modelo ainda foi a plataforma de lançamento de uma série de inovações da Gulfstream.

Um dos destaques foi a cabine comando Gulfstream PlaneView, assim como ter como recurso padrão o sistema de visão sinética (EVS, na sigla em inglês), agora conhecido como Enhanced Flight Vision System (EFVS), abrindo caminho para as aeronaves subsequentes da família de longo curso incorporarem o sistema aperfeiçoado.

“Por quase duas décadas, o G550 tem superado as expectativas dos clientes”, disse Mark Burns, presidente da Gulfstream. “Esperamos continuar a oferecer suporte a todos os clientes do G550 em todo o mundo com a extensa rede de Suporte ao Cliente da Gulfstream”

O G550 pode voar por até 12.501 quilômetros a Mach 0,80. Ao longo de quase vinte ano o modelo estabeleceu 55 recordes de velocidade na categoria, alguns superados apenas pela nova geração de jatos de negócios da própria Gulfstream. Além disso, o G550 ajudou consolidar o segmento de cabine larga e de longo alcance.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 5 de Julho de 2021 às 16:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Gulfstream G550 jato de negócios aviação executiva jatinho