Aeroportos

GRU Airport e Abesata trabalham juntas

Grupo busca saídas para principais problemas operacionais de Guarulhos


Na semana passada, o diretor de operações de GRU Airport, Miguel Dau, esteve na sede da Abesata (Associação Brasileira de Empresas de Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo), em São Paulo, para uma reunião com a diretoria da entidade.

O objetivo do encontro foi debater os principais problemas operacionais que as Empresas Auxiliares de Transporte Aéreo encontram hoje no Aeroporto de Guarulhos e buscar soluções em conjunto.

“Sabemos das dificuldades do Aeroporto de Guarulhos, o que vi de novo foi a ideia de buscar a colaboração de todos os setores, incluindo, sem sombra de dúvida, o ground handling, pois é um segmento de destaque pela quantidade de equipamentos, área ocupada e recursos humanos num aeroporto, além da importância para o funcionamento da infraestrutura aeronáutica.” comentou Ricardo Aparecido Miguel, presidente da Abesata.

Durante o encontro, Miguel Dau destacou a importância da colaboração formal com a Abesata e destacou a parceria. “Estamos recuperando 20 a 25 anos de falta de investimentos, sabemos do problema, estamos definindo as prioridades e atacando estas prioridades, muitas definidas até em contrato” comentou Dau.

Neste encontro, a Abesata colocou as principais dificuldades enfrentadas pelas ESATAs em Guarulhos, desde a demora no credenciamento para novos funcionários  até exigências do Ministério do Trabalho que têm focos comuns nas empresas aéreas e que se tornam difíceis de serem executadas sem a liderança da administração aeroportuária.

Na oportunidade, GRU Airport apresentou um planejamento que está aprovado e deve começar em breve, às reformas do Terminal 1 e Terminal 2, as obras na pista para receber o A380 e um estudo para melhor aproveitamento das áreas de pátio.

Da redação

Publicado em 25 de Novembro de 2014 às 15:00


Notícias GRU Abesata