Acompanhando o bom momento do setor

Fluxo no terminal de cargas do Galeão fecha 2021 em alta

Retorno de voos internacionais fez com que dezembro fosse o melhor mês do ano


Terminal de Cargas do aeroporto do Galeão

Movimento fechou o ano bem acima dos níveis pré-pandemia. | Foto: RIOgaleão/Divulgação

O terminal de cargas do aeroporto internacional do Rio de Janeiro (GIG) registrou em 2021 um maior volume de movimentação de cargas desde o início da pandemia. 

Segundo a RIOgaleão, concessionária que administra o local, o valor das mercadorias importadas em 2021 foi de US$ 8,5 bilhões (R$ 47 bilhões), apresentando um crescimento de mais de 16% quando comparado com 2019. 

No quatro trimestre de 2021, o terminal contabilizou 13,6 mil toneladas de produtos importados e exportados, uma alta de 16% em relação ao mesmo período de 2020. Nas importações, o peso foi impulsionado pelos segmentos químico, oil & gas, máquinas e equipamentos, além da indústria farmacêutica.

Por conta do retorno de importantes companhias aéreas para o aeroporto, como a Lufthansa e a British Airways; e do aumento da malha da American Airlines, com o retorno da rota sazonal para Nova York (JFK), dezembro foi o melhor em peso de importação no ano. Além da malha regular de passageiros, no último trimestre do ano passado foram recebidos 87 cargueiros, incluindo voos fretados e regulares.

A participação do Galeão no movimento de cargas aéreas importadas no Brasil foi de 8,6% em 2021.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Marcel Cardoso

Publicado em 14 de Janeiro de 2022 às 08:50


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Terminal Cargas Galeão Rio Movimento