Abertura cautelosa

EUA reabrirá fronteiras para turistas vacinados contra a covid-19

Governo americano não listou quais vacinas serão aceitas


Logo da Delta Air Lines

Ainda será obrigatória a apresentação de teste negativo para a covid-19 - Foto: Divulgação

O governo dos Estados Unidos anunciou um novo sistema internacional de viagens aéreas, abrindo as fronteiras para todos os cidadãos estrangeiros que estiverem totalmente vacinados, a partir de novembro.

Os passageiros deverão apresentar comprovação oficial de vacinação completa antes do embarque nos voos para o país. A apresentação de teste negativo para covid-19, feito em até 72 horas antes da partida, continuará a ser obrigatória, bem como o uso de máscaras a bordo das aeronaves.

"As vacinas continuam a mostrar que são altamente eficazes, inclusive contra a variante Delta, e o novo sistema nos permite implementar protocolos rigorosos para evitar a disseminação da doença", segundo o Coordenador de Resposta à covid-19 da Casa Branca, Jeff Zients.

Companhias aéreas que operam em aeroportos norte-americanos reagiram positivamente à decisão. O CEO do Lufthansa Group, Carsten Spohr, disse que “a retirada das restrições de viagens aos EUA não é somente um grande passo para que nossas companhias saiam da crise, mas também uma excelente notícia para nossa parceria em voos transatlânticos.

Até a tarde de segunda-feira (20), a Casa Branca não informou quais vacinas serão aceitas.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Marcel Cardoso

Publicado em 20 de Setembro de 2021 às 14:00


Notícias noticias noticias de aviação EUA Fronteira Vacina Turistas Passageiros Covid Abertura