Nós crescemos e não queremos azul bebê

EUA confirmam novas cores do Air Force One escolhidas por Trump

Os futuros Boeing 747-8 receberão tons mais sóbrios substituindo a clássica pintura adotada na gestão Kennedy


Trump durante o anuncio na Casa Branca com exibe como serão as novas cores do avião presidencial dos Estados Unidos

O famoso Air Force One, avião presidencial dos Estados Unidos, irá trocar tradicional esquema de cores em azul celeste e branco, adotado desde o governo Kennedy, por um padrão em vermelho, branco e azul escuro, atendendo a vontade do atual presidente Donald Trump.

O Pentágono confirmou esta semana que a pintura atualizada será aplicada nos novos 747-8I, que estão sendo convertidos para missão presidencial pela Boeing. Os aviões vão substituir os atuais 747-200, entregues ao governo dos Estados Unidos em 1990.

LEIA TAMBÉM

Pintura atual dos aviões presidenciais dos EUA utiliza dois tons de azul, branco e dourado

Oficialmente designados como VC-25A, os aviões receberam extensas modificações para atender as rígidas regras de segurança do presidente dos Estados Unidos, além de prover uma extensão da Casa Branca em qualquer ponto do planeta. As aeronaves ao longo das últimas três décadas foram constantemente atualizadas, permitindo que o presidente norte-americano mantenha sua rotina em pleno ar, mesmo em caso de uma guerra nuclear. Entretanto, por serem aviões produzidos no final dos anos 1980, a manutenção dos dois VC-25A se tornaram bastante onerosas e lentas.

Segundo relatório do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, a manutenção completa de cada avião demora mais de um ano. Em janeiro de 2015, ainda na gestão do presidente Barak Obama, foi tomada a decisão de substituir os aviões por dois 747-8I, a versão mais recente do Jumbo, com entrega prevista para 2024.  No entanto, dezembro de 2016 o recém eleito Donald Trump afirmou que havia cancelado o projeto original. “O avião está totalmente fora de cogitação. Serão mais de US$ 4 bilhões para este programa do Air Force One, e eu acho ridículo”, disse Trump na época. “ Eu acho que a Boeing está tentando crescer um pouco esse número. Queremos que a Boeing ganhe muito dinheiro, mas não tanto”.

A crítica em relação ao custo total do programa levou a uma completa revisão do projeto. Inicialmente os aviões manteriam a capacidade de reabastecimento em voo, o que não existirá nos novos 747-8. O Pentágono afirmou que a opção por retirar tal capacidade se deve o grande alcance já existente na versão VIP dos futuros aviões. Além disso, uma fonte da força aérea dos Estados Unidos, afirmou a AERO Magazine que em raros casos os pilotos do VC-25A treinaram no avião o procedimento de reabastecimento, por falta de necessidade e pelos riscos envolvidos. Por serem aeronaves únicas o risco de um acidente, mesmo que vazio, é considerado inaceitável.

Atual padrão de pintura foi aplicado originalmente aos VC-137C adquiridos no governo Kennedy

Outra mudança solicitada pelo presidente Trump foi a pintura, que vai adotar um padrão de cores mais sóbrias. Além disso, inicialmente a Boeing deveria construir os dois aviões exclusivamente para o programa Air Force One, mas por questões de custo optou por utilizar dois 747-8I produzidos para a russa Transaero, e jamais entregues, para serem convertidos. Os aviões estavam na linha de montagem final quando a companhia aérea russa decretou falência. Na sequência os aviões foram enviados para o deserto, até serem escolhidos como os novos presidenciais.

“A Boeing nos deu um bom acordo. E fomos capazes de aceitar isso”, disse Trump na época. “Mas perguntei se deveríamos usar as mesmas cores azuis bebê. E nós não somos [crianças]”.

O relatório do Pentágono confirmou a nova pintura do próximo Air Force One, que segue um padrão mais sóbrio e próximo a personalidade do presidente, que afirma que pessoalmente escolheu as cores e como seriam aplicadas ao avião.

ASSINE AERO MAGAZINE COM ATÉ 76% DE DESCONTO

Por Gabriel Benevides e Edmundo Ubiratan

Publicado em 12 de Fevereiro de 2020 às 16:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião USAF Air Force One 747 747-8 VC-25A Trump VC-137C