Em qualquer pista

Empresa recebe quinto avião de negócios que pode operar na terra

Bom momento da aviação de negócios permitiu a Pilatus entregar no mesmo dia um PC-24 e um PC-12NGX para o mesmo cliente


PC-24 é o primeiro jato de negócios projetado para operar em pistas de terra e grama

  • Faça parte do grupo de AERO Magazine no Telegram clicando aqui

A Pilatus realizou uma entrega dupla para a Jetfly, empresa especializada em compartilhamento de aeronave, que recebeu um PC-24 e um PC-12NGX, que se somam as outras 47 aeronaves da frota da companhia.

A Jetfly é um dos clientes de lançamento do PC-24, o qual já possui outros quatro em operação. O modelo é o primeiro jato de negócios projetado para operar em pistas não-preparadas, incluindo de terra. O modelo oferece grande flexibilidade, especialmente para quem necessita operar em pistas restritas, algo comum em grande parte da Europa.

“A entrega do nosso quinto PC-24 em dois anos marca uma bem-sucedida fase de expansão. Estamos orgulhosos de que nosso programa de propriedade fracionária do PC-24 já tenha atraído nada menos que 50 proprietários”, comentou Cédric Lescop, CEO da Jetfly.

Já o PC-12NGX é o primeiro da nova geração a ingressar da frota da Jetfly, que opera outras unidades da família PC-12. A versão atual oferece uma série de melhorias em relação aos antecessores, como janelas maiores, sistema de controle do motor com FADEC, novo acabamento e melhorias na suíte de aviônicos.

Ainda que o mundo esteja se recuperando lentamente dos efeitos causados pela pandemia do novo coronavírus, a Pilatus destaca que o mercado de aviação de negócios manteve o interesse do usuário. “A demanda pelo jato super versátil PC-24 também permanece alta, de um modo geral”, avalia Ignaz Gretener, vice-presidente geral de aviação da Pilatus.

Saiba mais...

Com as restrições sanitárias aplicadas em todo o mundo, somado ao cancelamento em massa de voos da aviação regular, diversos executivos e empresários passaram a analisar seu ingresso na aviação de negócios.

Além de oferecer máxima flexibilidade de horários e destinos, a maior privacidade a bordo agora é vista como um diferencial de saúde importante. Transportando apenas um grupo restrito de pessoas, em geral todos do mesmo grupo, existe uma considerável redução nos riscos de transmissão de doenças infectocontagiosas.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 4 de Agosto de 2020 às 16:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Pilatus PC-24 aviação de negócios PC-12NGX jatinho pista de terra aviação executiva bizjet