Em Évora

Embraer vende empresas em Portugal por quase R$ 1 bilhão

Subsidiárias destinadas a produção de componentes foram negociadas com a Aernnova


Unidades da Embraer em Portugal

As duas unidades possuem, somadas, quase 70 mil m² | Foto: Embraer/Divulgação.

A Embraer anunciou a venda de duas subsidiárias localizadas de Évora, em Portugal, para a Aernnova, empresa fornecedora de aeroestruturas, por US$ 172 milhões (R$ 958 milhões).

O acordo envolve a Embraer Metálicas e da Embraer Compósitos,  especializadas na produção de componentes estruturais para os aviões brasileiros.As instalações possuem 37.100 e 31.800 m², respectivamente, e combinam as tecnologias mais avançadas na fabricação de aeroestruturas metálicas e de compósitos.

Segundo o fabricante, o acordo tem como objetivo aumentar a capacidade de produção. Além disso, permitirá a Embraer focar em sua atividade fim, que é o desenvolvimento e construção final de aeronaves.

Nas duas fábricas são produzidos componentes para asas e estabilizadores verticais e horizontais de grande parte dos produtos da Embraer, incluindo os aviões executivos Praetor 500 e Praetor 600, as duas gerações da família de E-Jets e do cargueiro multimissão KC-390 Millennium. 

As atividades nas instalações industriais de Évora adicionarão cerca de US$ 170 milhões (R$ 951,1 milhões) em receitas para a Aernnova. A capacidade das unidades industriais no local também permitirá a assinatura de novos contratos, seja com a Embraer ou com outros fabricantes. 

O acordo é mais um passo na estratégia de crescimento da Aernnova, que reforça ainda mais o status da companhia como uma líder global no design e na produção de aeroestruturas”, segundo o CEO da Aernnova, Ricardo Chocarro.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Marcel Cardoso

Publicado em 12 de Janeiro de 2022 às 08:54


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Embraer Évora Portugal Aernnova Venda