Recuperação

Embraer segue líder global no segmento de aviões leves

Total de entregas do Phenom 300 manteve ritmo elevado ao longo de 2021


Embraer Phenom 300E

Phenom 300E mantém a liderança no segmento há quase uma década | Foto: Divulgação

A Embraer manteve a liderança no mercado de aeronaves executiva leves, com 34 entregas da família Phenom 300 ao longo dos nove primeiros meses de 2021. O jato leve se destaca há quase uma década como o mais entregue da categoria.

De acordo com o relatório trimestral do Gama (General Aviation Manufacturers Association), a associação que reúne os principais fabricantes de aeronaves ao redor do mundo, apenas no terceiro trimestre do ano a Embraer entregou dez unidades do Phenom 300E, a versão mais recente do modelo, e outras quatro do Phenom 300.

Logo atrás está o recém-chegado PC-24, o jato versátil da Pilatus, que registrou 27 entregas ao longo dos nove primeiros meses, sendo doze no terceiro trimestre, repetindo os números do semestre anterior. O modelo tem se destacado por sua elevada capacidade de operar em pistas restritas, incluindo de terra, cascalho e grama. Também chamou atenção de diversos operadores a ampla porta de cargas traseira, a maior da categoria.

Pilatus PC-24

PC-24 se destaca por performance em pistas não preparadas e por expressivo número de entregas em 2021 | Foto: Divulgação

Já o Citation CJ4 Gen2, a evolução da consagrada família CJ4, obteve vinte entregas entre janeiro e setembro, sendo oito no terceiro trimestre.

No segmento dois jatos de entrada o destaque ficou para o Citation M2, da Textron, com 26 entregas ao longo do ano, sendo dez no terceiro trimestre. Na sequência aparece o HA-420 HondaJet, da Honda Aircraft, com quinze entregas, sendo nove entre julho e setembro deste ano. Já o brasileiro Phenom 100 acumulou apenas duas entregas em 2021, uma no primeiro trimestre e outra no segundo.

HondaJet Elite S

HondaJet mantém a disputa no segmento de jatos leves, com 15 entregas em 2021

Ainda que concorra por fora, entre jatos pessoais, ou seja, aeronaves muito leves, o SF50 Vision, da Cirrus, manteve a boa campanha de vendas mesmo durante a crise, refletindo assim em 46 entregas nos primeiros nove meses do ano, com 23 ocorrendo apenas no terceiro trimestre. O monojato oferece um desempenho superior à maioria dos turbo-hélices, com capacidade para até sete ocupantes e capacidade de operar em pistas curtas.

A retomada da economia ao redor do mundo, somado ao ingresso de diversos novos operadores na aviação de negócios, proporcionou um terceiro trimestre com bons resultados para praticamente todos os segmentos da aviação geral. Muitos novos usuários do transporte privado passaram a utilizar a aviação geral no auge da crise sanitária por sua maior flexibilidade de destinos e horários, especialmente em um momento de cancelado em massa de voos regulares, assim como maior privacidade em tempos de incerteza sanitária.

A expectativa dos principais fabricantes é encerrar o ano com números bastante favoráveis e que permitam superar marcas históricas já no curto prazo.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 29 de Novembro de 2021 às 14:10


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Embraer Phenom 300 Phenom 100 Citation Textron HondaJet Cessna