Falha incomum

Disparo acidental de míssil mata cinco pessoas em base aérea

Projétil lançado por um Sukhoi Su-25 no solo atravessou um caminhão de combustível e atingiu uma construção militar


Imagem mostra míssil após ser disparado acidentalmente em solo por um Sukhoi Su-25

Um Sukhoi Su-25 disparou acidentalmente um míssil em uma base aérea no Chade, no centro da África, que atingiu uma instalação militar matando ao menos cinco pessoas. O avião estava realizando inspeções de rotina no pátio, quando uma falha no sistema de armas permitiu o disparo.

O acidente ocorreu na base aérea de Adji Kossei, que fica localizada ao lado do aeroporto internacional de N’Djamena, na capital do país. Após o míssil ser disparado, ele atravessou um caminhão de combustível que estava estacionado logo a frente, para em seguida atingir uma construção dentro da própria base. Informações desencontradas apontam que o local é a residência oficial do vice-comandante da Guarda Presidencial, general Mahamata Salaha Brahima. Após atravessar o caminhão o míssil passa próximo a um C-130 Hercules, da força aérea francesa.

LEIA TAMBÉM

O acidente é bastante incomum, visto que os aviões militares contam com uma trava especial que impede o acionamento do sistema de armas com o trem de pouso baixado. Além disso, a maior parte dos mísseis, foguetes e bombas ainda dispõem de um sistema que neutraliza seu acionamento com os sistemas de armas do avião desligados ou quando os parâmetros de motor indicam que a aeronave está no solo.

Su-25 é uma aeronave de ataque ao solo de origem soviética, bastante popular em diversos países da África

As autoridades do Chade afirmaram de maneira protocolar que um inquérito militar foi instaurado para verificar as causas do disparo. "Está em andamento uma investigação para determinar as circunstâncias deste incidente", disse Youssouf Tom, promotor público de N'Djamena.

O Su-25 é atualmente um dos principais aviões da força aérea do Chade para ataque ao solo. O país centro-africano tem conduzido uma série de missões de combate a grupos terroristas e paramilitares.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 20 de Abril de 2020 às 16:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Sukhoi Su-25 força aérea Chade míssil C-130 Hercules