Problema nada superficial

Deterioração suspende operações de treze Airbus A350 no Qatar

Decisão de reguladores cataris vem após problemas nas superfícies de aviões


Airbus A350 da Qatar Airways

Companhia do Oriente Médio é a maior cliente do modelo no mundo

A Qatar Airways recebeu determinação do órgão regulador da aviação do Catar para suspender a operação com treze Airbus A350, por conta de deteriorações em estágio avançado das superfícies das fuselagens abaixo da pintura.

A Qatar Airways é atualmente a maior cliente do modelo no mundo e está travando uma longa disputa com a Airbus por conta do problema, ameaçando inclusive não receber mais nenhuma aeronave enquanto a falha não for resolvida.

Com a decisão mais recente, esperamos sinceramente que a Airbus trate este assunto com a devida atenção que ele requer.  A Qatar Airways espera que a Airbus tenha estabelecido a causa raiz e corrigido permanentemente a condição subjacente à satisfação da Qatar Airways e do nosso regulador antes de recebermos a entrega de qualquer outro A350”, afirmou em nota Akbar Al Baker, CEO da Qatar Airways.

Em junho, algumas unidades do modelo já haviam sido retiradas de voo por causa de uma degradação avançada na pintura, evidenciando uma provável falha na estrutura do avião. Na ocasião A330 que estavam parados desde o início da pandemia voltaram a operar temporariamente.

O problema pode estar relacionado a problemas nos materiais compostos que constituem grande parte da estrutura do avião.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Marcel Cardoso

Publicado em 5 de Agosto de 2021 às 18:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Airbus A350 Qatar Catar A330 problema estrutural