AERO Magazine

Clube dos 11

China apresenta o primeiro porta-aviões construído com tecnologia própria

Navio amplia capacidade de ataque da marinha chinesa e começa a mudar configuração da geopolítica global

Por: Edmundo Ubiratan | Imagem: Divulgação em 20 de Abril de 2019 às 14:00

Type 001A é o primeiro porta-aviões com tecnologia chinesa

Ogoverno chinês apresentou oficialmente o novo porta-aviões Type 001A, o primeiro produzido completamente na China, com tecnologia própria. O modelo é o segundo porta-aviões chinês, se juntando ao Liaoning.

A embarcação deverá ser declarada operacionais em 2020, tendo capacidade para até 48 aeronaves – entre aviões e helicópteros – possuindo deslocamento máximo de 70.000 toneladas. O navio possui 315 metros de comprimento e 75 metros de largura, o que o coloca em termos de dimensões próximo a Classe Nimitz, de porta-aviões da marinha dos Estados Unidos, que possuem 332 metros de comprimento e 76,8 metros de largura, enquanto o deslocamento na ordem de 100.000 toneladas.

LEIA TAMBÉM

China desenvolve motor para aeronave furtiva

Maior avião comercial brasileiro recebe certificação tripla

Mercado de aeronaves usadas apresenta nível positivo de crescimento no Brasil

O Type 001A teve sua contrução iniciada em 2013 e foi lançado ao mar quatro ano depois. Recentemente sua terceira prova de mar, onde uma série de sistemas foram avaliados em condições extremas de uso. A marinha da China espera ter no próximo ano o navio declarado compleamente operacional. 

USS George H. W. Bush é o décimo e último navio da Classe Nimitz a entrar em serviço. Marinha do EUA é a única do mundo a dispor de 10 porta-aviões operacionais, além de outros que podem ser recolocados em serviço em caso de necessidade

A expansão naval chinesa é vista com preocupação por potenciais como Estados Unidos e Rússia, que temem mudanças na ordem geopolítica internacional. O primeiro porta-aviões da China foi o Liaoning, que foi construído sobre a estrutura incompleta do soviético Variag. O navio foi adquirido da Ucrânia logo após o colapso da União Soviética, sob a promessa que seria um cassino flutuante. Ao chegar na China o navio foi levado a docas para ser finalizado como porta-aviões.

APENAS 11 NAÇÕES NO MUNDO UTILIZAM PORTA-AVIÕES

Atualmente apenas 11 nações no mundo dispõem de um porta-aviões. O Brasil em 2017 aposentou definitivamente o A-12 São Paulo, que teve uma curta vida operacional no país. Adquirido usado da França, o A-12 chegou ao Brasil já com 43 anos de uso, mas em quase duas décadas de serviço no país a maior parte do tempo passou parado realizando serviços emergênciais de manutenção. Uma modernização chegou a ser iniciada, mas foi suspensa pelo elevado custo e a idade avançada do navio.


Notícias China Estados Unidos URSS Type 001A Nimitz George Bush Marinha do Brasil A-12 São Paulo Liaoning Variag


SUN 'N FUN

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 216,00R$ 432,00R$ 64,80R$ 64,80
Desconto
EconomizaR$ 151,20R$ 151,20
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 72,00 6x R$ 72,00
Assinando agora você GANHA também 4 Pôsteres PORTA COPOS

Boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas