Culpa da (variante) Delta

Cancelamento de centenas de voos faz companhia perder milhões de dólares

Spirit Airlines cancelou mais de 2.800 voos durante alta temporada


Airbus A319 da Spirit Airlines

O problema, antes causado por uma combinação de fatores, ganhou contornos mais preocupantes

A aérea de baixo custo (low cost) norte-americana Spirit Airlines informou na segunda-feira (16) que o cancelamento de mais de 2.800 voos entre os dias 30 de julho e 9 de agosto gerou perdas de receita de cerca de US$ 50 milhões (R$ 263,8 milhões), além de aumento de gastos.

Inicialmente, a companhia justificou a medida pela combinação de problemas climatológicos, escassez de pessoal nos aeroportos e tripulações distantes dos locais dos voos de suas escalas, mas o aumento de casos de covid-19, especialmente relacionados à variante delta, potencializaram os prejuízos.

Estima-se que mais de 60% dos voos programados para o período foram afetados. Como consequência, haverá redução da oferta de todos os voos até o fim do trimestre, coincidindo com o encerramento da temporada de verão nos Estados Unidos, em 30 de setembro.

Com sede em Miramar, no Estado da Flórida, a Spirit Airlines completou quatro décadas de operações em 2020 e possui mais de 160 aeronaves em sua frota. Seu principal hub está no aeroporto de Fort Lauderdale (FLL).

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Marcel Cardoso

Publicado em 17 de Agosto de 2021 às 09:15


Notícias noticias noticias de aviação Spirit Airlines Cancelamento Voos Custos Prejuízos Estados Unidos