Ejeção no mediterrâneo

Caça furtivo F-35B do Reino Unido cai no Mediterrâneo

Piloto ejetou em segurança e foi resgatado pela equipe de salvamento


Caça F-35B Lightning II da RAF e dos Marines| Foto: Royal Navy

Um caça stealth F-35B britânico se acidentou na manhã desta quarta-feira (17), no Mar Mediterrâneo. O piloto da aeronave ejetou em segurança e foi resgatado pelas equipes de salvamento da real marinha britânica.

O caça decolou do porta-aviões HMS Queen Elizabeth, que está navegando na região do mediterrâneo, cumprindo atividades de rotina.

De acordo com o comunicado do gabinete de imprensa do ministério da Defesa britânico, “uma investigação já foi iniciada”.

O caça furtivo envolvido era um dos oito pertencentes ao esquadrão RAF 617 da RAF Marham, que estão a bordo com HMS, juntamente com outros 10 caças F-35B do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA.

O nau capitânia da marinha inglesa participou recentemente do exercício Join Warrior, na Escócia, depois, se juntou com parceiros da OTAN no exercício Falcon Strike 2021, no Mar Mediterrâneo. A embarcação está diretamente inserida no CSG21 (Carrier Strike Group 2021), o maior desdobramento desde a Guerra das Falklands (Malvinas), em 1982.

Entre as três versões do F-35 (A, B e C), a versão B é a única que tem a capacidade STOVL (decolagem curta e pouso vertical). Essa versão é operada pelos Fuzileiros Navais dos EUA, pela Marinha e Força Aérea da Itália e pela já referida Força Aérea Real (RAF).

 

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Por André Magalhães

Publicado em 17 de Novembro de 2021 às 14:20


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação f35b acidente raf reino unido mediterrâneo