AERO Magazine

Heli XP 2019

Brasil se destaca no cenário internacional no uso de helicópteros

A cidade de São Paulo abriga uma das maiores frotas urbanas do mundo

Por Shailon Ian | Fotos: Divulgação em 15 de Maio de 2019 às 15:00

Acontece na Heli Xp 2019 Financie com Bradesco Leasing 

Começa em Carapicuíba, na Grande São Paulo, o Heli XP, o primeiro evento dedicado exclusivamente a helicópteros no país. O Brasil sempre representou um mercado importante para as asas rotativas. Não por acaso a cidade de São Paulo abriga uma das maiores frotas urbanas do mundo e tem um tráfego intenso entre seus helipontos espalhados por dezenas de prédios.

A versatilidade do helicóptero conquistou o paulistano, que tem nesse meio de transporte um aliado no deslocamento urbano e nas viagens curtas entre os grandes centros de negócio do país. A falta de infraestrutura aeronáutica adequada para aviões também é um incentivo para o uso do helicóptero, que consegue operar em áreas com pouco preparo, como fazendas e plantas industriais.

O total de helicópteros, segundo a Anac, é de 2.106 registros, sendo que 1.397 estão com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) normal.

LEIA TAMBÉM

A FORÇA DO MONOMOTOR

Os helicópteros monomotores representam 77% da frota nacional, são 1.625 helicópteros nessa categoria. Aproximadamente 25% da frota nacional está concentrada em dois modelos – o Robinson 44 II e o Airbus AS/HB 350, com mais de 500 unidades voando no país.

A grande maioria dos helicópteros monomotores tem sua utilização na aviação privada com 956 unidades registradas nessa categoria, ou 59% dos helicópteros monomotores. A aviação de utilidade pública e das forças de segurança, com quase 200 helicópteros, representam 12% do segmento de aeronaves monomotoras.

Leonardo AW119 se destaca entre os monomotores turbina no mundo

Interessante notar que em alguns países europeus existe uma limitação para utilização de helicópteros monomotores sobre áreas densamente povoadas, o que limitou o mercado dessas aeronaves nos grandes centros urbanos daquele continente. Aqui, assim como nos Estados Unidos, essa limitação não existe, fazendo com que a utilização dos monomotores seja amplamente difundida.

USO BIMOTOR

Airbus H145 está entre os principais helicópteros bimotores a turbina da categoria médio

Nos helicópteros bimotores, a distribuição entre aeronaves privadas e táxis- aéreos é mais bem equilibrada, com 48% das unidades utilizadas como táxi-aéreo contra 45% registradas como privadas. Um dos responsáveis por isso é a utilização de aeronaves bimotoras no transporte offshore, para o apoio às plataformas de petróleo, onde é proibida a utilização de aeronaves monomotoras.

Por Shailon Ian, especial para AERO Magazine


Notícias Airbus Helicopter Robinson AgustaWestland Leonardo Helicopters Bell


SUN 'N FUN

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 216,00R$ 432,00R$ 64,80R$ 64,80
Desconto
EconomizaR$ 151,20R$ 151,20
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 72,00 6x R$ 72,00
Assinando agora você GANHA também 4 Pôsteres PORTA COPOS

Boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas