Para pilotos

BR Aviation cria aplicativo voltado para aviação geral

Plataforma de marketplace permite negociar preço de combustível, escolher fornecedores de serviço, entre outros


Aplicativo Hangarar permite cotar preço de combustível, negociar tarifas e escolher fornecedores de serviços

A BR Distribuidora criou um novo sistema digital que permite ao piloto agendar abastecimentos e resolver outras questões cotidianas dentro da rotina de operação. O app Hangarar é voltado para pilotos-proprietários e pilotos da aviação geral, contando com uma série de inovações.

O app oferece a possibilidade de contratação de vários serviços no aplicativo, incluindo a comparação de preços em diversos aeroportos do país, negociação dos valores, escolha da empresa que fará a higienização da aeronave, negociação de tarifas, hangaragem, cotação de helipontos, entre outros.

"A plataforma Hangarar possui o conceito de marketplace que reúne vários produtos em um mesmo lugar", comenta Renato Vieira, gerente da área de inovação da BR.

A solução foi criada pela BR Distribuidora em parceria com a startup Hangarar, que concedeu o nome também ao aplicativo. O projeto foi selecionado pelo programa Desafio de Startups da Petrobras Distribuidora, visando desenvolver ideias inovadoras dentro dos segmentos de atuação da BR e contempla três vertentes: Mobilidade para Pessoas, Mobilidade para Negócios e Sustentabilidade.

"Quem utiliza o app Hangarar pode negociar o preço em tempo real, fazer o agendamento do seu abastecimento e ainda permitirá a consulta e contratação de outros serviços oferecidos nos diferentes aeroportos do país", enfatiza Rodrigo Mota, gerente da área de Aviação da BR.

O aplicativo está disponível na Apple Store e Google Play e reforça a participação da companhia petrolífera brasileira no mercado de aviação geral. Atualmente o Brasil conta com a segunda maior frota de aviação geral do mundo e oferece grande potencial de crescimento, especialmente com a perspectiva de médio prazo da retomada do crescimento da economia do país. Além disso, com a pandemia muitos usuários da aviação regular poderão migrar para a aviação geral, especialmente em deslocamentos de curto alcance.

Os dados da BR Aviation mostram que das mais de 5,5 mil cidades brasileiras, cerca de 150 contavam com voos regulares antes da pandemia, ante os mais de 1.100 municípios com aeroportos e atendidos pela aviação geral. O Brasil conta com 15 mil aeronaves, e destas, 11.804 são usadas na aviação de negócios (76%), público-alvo do aplicativo Hangarar.

  • Se inscreva no canal da AERO Magazine no YouTube clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 27 de Outubro de 2020 às 13:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação geral aviação de negócios monomotor querosene de aviação Avgas BR Aviation Petrobras