Amizades

Bombardeiros russos Tu-160 estão a caminho da África do Sul

Rússia deverá participar de exercício militar conjunto com país sul-africano


Rússia tem ampliado exercícios militares binacionais com países aliados, como a Venezuela, e com nações neutras 

A Rússia deverá deslocar dois bombardeiros estratégicos Tu-160 para a África do Sul, onde participará de um exercício militar conjunto. A força aérea russa tem ampliado sua participação em manobras militares internacionais, visando desenvolver uma cooperação militar bilateral.

A força tarefa será composta ainda pelos aviões de transporte Il-62 e An-124, que deverão chegar ao país no final da tarde de hoje (22). Contudo, um problema técnico atrasou a partida dos bombardeiros, que devem pousar na África do Sul apenas no dia 23.

LEIA TAMBÉM

E expectativa é que a chegada dos Tu-160 inclua um voo de formação com os Saab Gripen C, utilizados pela força aérea sul-africana, podendo incluir ainda a participação dos Hawk. O exercício deverá permitir aos pilotos de ambos os países melhorarem suas habilidades de combate, ampliando o compartilhamento de experiências e de tática de combate e defesa.

Embora a África do Sul não tenha optado por uma zona de influência após sua refundação na década de 1990, o país sempre manteve laços estratégicos com diversas nações, incluindo o Brasil e a Suécia. A presença da força aérea russa é tida como apenas mais um exercício binacional, sem possibilidades de um alinhamento militar.

Por Edmundo Ubiratan | Imagem: Divulgação

Publicado em 22 de Outubro de 2019 às 13:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião bombardeiro Tu-160 Rússia Gripen An-124 África do Sul