Aviação Militar

Boeing atinge 1000 missões de apoio ao C-17

Contrato de suporte com a OTAN atinge 94% de disponibilidade operacional


A Boeing atingiu a marca de 1.000 missões apoiadas em seu contrato de manutenção para o SAC (Strategic Airlift Capability) para o C-17 Globemaster III.

O contrato prevê a manutenção operacional a três C-17 destacados na SAC, que segundo dados da OTAN, atingiu um índice de disponibilidade de 94% durante os últimos cinco anos do contrato.

O SAC é um esforço de transporte aéreo estratégico multinacional, envolvendo 10 países da OTAN e dois países do programa Partnership for Peace. As aeronaves ficam alocadas na base aérea de Pápa, na Hungria, sendo operadas pelo HAW (Heavy Airlift Wing)

 A Boeing é responsável pelos serviços de manutenção, engenharia e peças de reposição através de um programa abrangente de logística baseada em desempenho. Para a OTAN o programa representa uma redução nos custos e uma certa independência, já que a manutenção não está sob responsabilidade de nenhuma das forças aéreas membro da aliança.

Da redação

Publicado em 11 de Setembro de 2014 às 16:00


Notícias